3/02/2022 • 3 min. de leitura

Como a ClearSale pode ajudar o seu negócio a barrar fraudes B2B?

Com o objetivo de garantir mais segurança no relacionamento B2B com clientes e parceiros, cada vez mais, as empresas buscam um formato rápido de mitigar fraudes sem impactar na experiência de seus usuários ou no relacionamento.

Fintechs, adquirentes e bancos percebem um amadurecimento dos negócios realizados por meio digital entre corporações. Porém, isso gerou um grande aumento no percentual de fraudes, como o uso de companhias em nome de laranjas para abertura de contas e pedidos de empréstimos.

Nesse cenário, surge a necessidade de um processo de validação cadastral e verificação de histórico de fraude das pessoas jurídicas com quem as empresas financeiras pretendem fazer negócios e se relacionar.

Por que realizar uma verificação?

De acordo com um estudo da Mastercard e do Instituto Data Folha, 57% das empresas brasileiras são alvos frequentes de ataques e fraudes digitais. Com o grande crescimento de MEIs (Microeemprendedores Individuais), os golpes entre empresas têm se tornado cada vez mais comuns.

Pensando nisso, é extremamente importante realizar uma verificação cadastral e analisar o histórico de fraudes dos possíveis parceiros para assim evitar problemas futuros, tanto financeiros quanto para a imagem da marca.

Conheça o Business Trust

Para garantir um maior índice de aprovação no cadastro de clientes PJ e reprovação de fraudadores, o Business Trust apoia as empresas com a verificação automática do histórico da pessoa jurídica e dos sócios com quem pretende fazer negócios.

Como são barrados esses fraudadores?

Para barrar as ações dos fraudadores, é realizada a verificação cadastral das empresas, checando informações, como:

● Status de atividade do CNPJ;
● Confirmação de informações da empresa (como porte, CEP e telefone);
● Reprovação de CNAEs indesejados de acordo com o negócio;
● Verificação da relação entre um CPF e o CNPJ no quadro societário.

Além disso, baseado no Data Lake de comportamento digital de PFs e PJs da ClearSale que possui mais de 20 anos, também é checado:

● Histórico de fraude dos dados da empresa (CNPJ, CEP, telefone, e-mail) e dos sócios;
● Qual a propensão de o conjunto de dados informados configurar uma fraude de roubo de identidade, ou seja, aquela em que um terceiro utiliza dados de uma empresa para realizar um cadastro;
● Vínculo das informações da empresa (se já foram utilizados juntos, qual a frequência de uso digitalmente e se o dado informado é o mais usado pela mesma)

A partir das regras de negócio e taxas de fraudes de roubo de identidade PJ, o Business Trust sugere um grupo, com base no comportamento digital dos dados informados, que indica a propensão de uma fraude a partir daquele conjunto de dados.

Em formatos de uso com customização do produto a partir de estudos do público dos clientes, a ferramenta oferece também um funil de aprovação e reprovação automática para que, assim, a empresa garanta maior aprovação de bons clientes e reprovação de fraudadores, mantendo suas taxas de fraude mais baixas possíveis.

Alguns cases de sucesso

Atuando em um modelo de negócio com diversas particularidades e uma complexidade própria, o Business Trust auxilia, por exemplo, grandes bancos, financeiras, entre outras empresas, a conquistarem o gosto dos clientes corporativos e ganharem mais mercado.

Com soluções sofisticadas, já foi possível automatizar os processos de onboarding realizando validações cadastrais e de histórico de fraude em até 10 segundos.

Em cases com nossos clientes, conseguimos alcançar a redução em 23,45% da fraude no público aprovado em um onboarding. Já em outro cliente, realizamos a aprovação automática de 79% dos casos com uma taxa de fraude 10 vezes menor que a do público reprovado.

Uma solução antifraude B2B da ClearSale, o Business Trust ajuda as empresas a mitigarem os riscos e trazerem resultados impressionantes. Se interessou? Para mais informações, converse com um de nossos especialistas.

Escrito por

Assine nossa newsletter

Leitura em Libras