1/03/2021 •
2 min. de leitura

Dia do Consumidor: conheça a data que tem crescido no varejo online

Reconhecida como a sazonalidade de vendas mais importante do primeiro trimestre, data deve movimentar ainda mais o e-commerce neste ano

 
 

Desde 2014, o Brasil tem, em todo 15 de março, a celebração do Dia do Consumidor. Cada vez mais conhecida por aqui, a data já é vista pelo varejo, principalmente o online, como a de maior importância para o setor no primeiro trimestre do ano.

Criada em 1962, nos EUA, pelo então presidente John F. Kennedy, a sazonalidade tinha um tom mais voltado à conscientização sobre os direitos do consumidor, mas ganhou caráter de oportunidade de vendas quando o varejo percebeu que poderia usá-la para movimentar um período de poucos resultados, já que as pessoas ainda “se recuperavam” dos gastos de Natal ou até mesmo da Black Friday.

Dia do Consumidor no e-commerce do Brasil

Nos últimos anos, a data vem caindo no gosto do brasileiro, e pesquisas mostram que não apenas aumenta, ano a ano, o número de pessoas que conhecem o Dia do Consumidor, mas que essas pessoas têm consumido cada vez mais neste período.

Na comparação entre 2019 x 2020, o número absoluto e o valor total dos pedidos no e-commerce em toda a Semana do Consumidor praticamente dobraram de tamanho, com a quantidade de pedidos se aproximando dos 6 milhões em 2020 – contra menos de 3 milhões em 2019. Segundo o Google, as buscas por Dia do Consumidor também mais do que dobraram de tamanho nos último anos.

Data ainda maior na pandemia

Com tudo isso, fica claro que a data já tem relevância para o varejo, principalmente o e-commerce, certo? Pense agora no quanto o Dia do Consumidor pode ser potencializado no varejo online em 2021, diante de um pandemia que ainda impede a livre circulação de milhões de pessoas em espaços físicos todos os dias, e com todos os resultado obtidos pelo setor neste cenário.

Por este motivo, investir tempo, dinheiro e esforços para aproveitar esta oportunidade sazonal é muito importante. No entanto, tenha em mente que a data ainda não é como a Black Friday, por exemplo, então a estratégia deve passar por levar a celebração ao conhecimento da sua base de clientes, e não apenas em todas as etapas conhecidas para períodos de grandes vendas – marketing, plataforma, controle de estoque, promoções, logística, atendimento, etc.

Cuidado com as fraudes no período

Como toda data que se torna grande para o e-commerce, é preciso ter muito cuidado com as fraudes. Lembre-se que praticamente todas as grandes oportunidades de negócio também são sedutoras para os fraudadores.

Somente no ano passado, considerando toda a semana do Dia do Consumidor, o varejo online teve R$ 81,2 milhões em fraudes evitadas nas compras realizadas online. Vale ressaltar que a data, na comparação com outras comemorativas de 2020, foi a terceira dentre as preferidas pelos fraudadores, e acordo com o Mapa da Fraude.

Dicas para manter a segurança

Tal cenário deixa clara a importância da realização de um trabalho eficiente de prevenção e combate a fraudes também neste período, além da necessidade de investir na conscientização dos consumidores, como nas dicas abaixo:

1. Links: desconfie de qualquer link estranho. Muitos deles são maliciosos e servem para roubar seus dados.

2. Cuidado com elas. Evite senhas fáceis ou muito óbvias e jamais utilize a mesma para diferentes contas.

3. Promoções e Phishing: aquelas famosas falsas promoções com preços atrativos e tentadores que, na verdade, servem para roubar seus dados.

4. Suspeite se o desconto for muito maior no boleto. É comum que sites falsos tenham preços muito mais baixos para pagamento via boleto.

5. Pesquise a reputação da loja antes de realizar a compra. O consumidor pode checar a lista do Procon de sites que devem ser evitados ou sites que avaliam as lojas. Caso não existam avaliações da empresa na internet, o recomendado é evitar efetuar a compra e buscar um outro site de confiança.

6. Procure dados oficiais da empresa como CNPJ, endereço físico e contato. Sites de e-commerce falsos podem não disponibilizar essas informações.

Converse agora com os nossos especialistas antifraude:

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.