7/12/2018 •
2 min. de leitura

Inteligência Artificial: Entenda o que é e como está presente no dia a dia

A IA já está tão presente na rotina das pessoas, que muitas vezes fica difícil se dar conta da presença dela

 
 

A Inteligência Artificial já está tão presente na rotina das pessoas, que muitas vezes fica difícil se dar conta da presença dela – são inúmeros os exemplos de Inteligência Artificial no dia a dia. Apesar disso, não é exagero algum dizer que a Inteligência Artificial alcançou um patamar que mudou a forma como todas as coisas funcionam no mundo.

Claro que uma Inteligência Artificial tão desenvolvida só é possível com o avanço tecnológico exponencial ao longo das décadas. Desde a Revolução Industrial, que aumentou a capacidade humana por meio de máquinas e ferramentas, ficou claro que a tecnologia poderia ser uma aliada importante na busca por processos mais rápidos, intuitivos e inteligentes.

O que é Inteligência Artificial?

Criado em 1956, o termo Inteligência Artificial ganhou popularidade com o passar dos anos. Os crescentes volumes de dados disponíveis, algoritmos avançados e o constante desenvolvimento no poder dos computadores fizeram com que o conceito deixasse de ser algo absolutamente distante, para se tornar, aos poucos, uma realidade.

Por definição, a Inteligência Artificial está diretamente ligada ao machine learning, ou seja, à capacidade de máquinas aprenderem quase que como seres humanos, incluindo a possibilidade de raciocinar para resolver problemas que a computação simples jamais poderia entender.

Inteligência Artificial x Computação simples

Basicamente, a computação simples não pode se comparar à Inteligência Artificial por não ter modelos de dados capazes de classificar, processar e analisar informações para ‘aprender’.

A Inteligência Artificial usa uma grande quantidade de dados (big data) para alimentar modelos e aprimorar constantemente seu próprio ‘aprendizado’. Tudo isso com um custo cada vez mais baixo e um processamento cada vez mais rápido.

A combinação entre big data, computação em nuvem e modelos de dados completos e assertivos é o que torna possível a existência de uma Inteligência Artificial.

Inteligência Artificial no dia a dia

A Inteligência Artificial, considerada por muitos estudiosos a mudança tecnológica mais poderosa da computação até hoje, é capaz de conectar os mais diversos processos do dia a dia, além de deixar as escolhas mais inteligentes.

Ao usar um aplicativo em seu smartphone, por exemplo, é muito provável que a Inteligência Artificial atue ali. Se você interage com a Siri em seu iPhone, se você usa o reconhecimento facial para marcar pessoas em uma foto nas redes sociais, se você usa o Google, se você compra pela internet... Em todos estes casos você utiliza aplicativos que têm muita Inteligência Artificial embarcada.

Inteligência Artificial em diferentes setores

Apesar de não ser um termo estranho às pessoas, poucas se dão conta do quanto a Inteligência Artificial está influenciando o mundo, desde produtores do setor agrícola até importantes descobertas da medicina.

Setores como logística, serviços e mercado financeiro também são afetados por essa grande transformação tecnológica, pois todos eles contam com abundância da matéria prima fundamental da Inteligência Artificial: os dados.

Com os dados, é possível ‘ensinar’ a máquina a entender, processar e executar uma variedade grande de funções. Na educação, por exemplo, é possível fazer com que o sistema de ensino possa ser personalizado, com maior capacidade de adaptação a cada aluno. Na agricultura, a Inteligência Artificial pode informar até o melhor período para plantio. Nos negócios, ela pode fornecer todos os detalhes de uma determinada gama de consumidores. Até mesmo as construções das cidades são feitas com atuação da Inteligência Artificial nos processos, como a tecnologia capaz de identificar problemas em estruturas, por exemplo.

Enfim, de forma bem objetiva, não é exagero afirmar que a Inteligência Artificial é capaz de ser usada em praticamente tudo o que envolve a vida das pessoas, desde que estas coisas envolvam dados.

Inteligência Artificial na ClearSale

Com uma base de dados que abrange cerca de 85% das transações de e-commerce do Brasil, a ClearSale tem a combinação ótima entre alta tecnologia e conhecimento humano ultra especializado para a gestão antifraude.

O amplo conhecimento da empresa sobre o comportamento do consumidor em diversos mercados é somado às ferramentas próprias de behavior analytics (análise do comportamento do consumidor) para criar e alimentar uma Inteligência Artificial cada vez mais assertiva, baseada em três pilares fundamentais que criam um verdadeiro sistema antifraude:

Fingerprint – Traz características do aparelho usado pelo consumidor como geolocalização, modelo do dispositivo, versão do sistema operacional, etc.

Mapper – Demonstra como o aparelho é utilizado pelo consumidor: comportamento de digitação, navegação, mapa de calor do site, tempo de permanência na página, etc.

Profiler – Monitoramento de atualizações de conta: alterações cadastrais como mudanças de telefone, endereço, senhas, etc.

“Nosso diferencial é somar o big data da ClearSale à inovadora capacidade estatística de algoritmos de Inteligência Artificial e machine learning, incluindo a captura de informações por meio das nossas tecnologias de behavior analytics”, diz Gilmar Hansen, diretor de Produtos da ClearSale.

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.