23/02/2017 •
2 min. de leitura

Cartão de crédito falso: O que é fraude de cartão e como detectá-la?

 

Cartão de crédito falso pode gerar diversos problemas para um negócio. Saiba como acontece a fraude de cartão e como lidar com ela.

 

 

O desenvolvimento constante de novas tecnologias facilita a vida dos consumidores. O problema é que, infelizmente, algumas pessoas usam isso para atividades criminosas. No caso de fraude para emissão de cartão de crédito falso, mais especificamente, algumas ferramentas auxiliam as ações fraudulentas. Conheça os tipos mais comuns:

Cartão de crédito falso: ferramentas de fraude

Furto de conta: neste esquema, o criminoso furta a informação da conta para conseguir o número de um cartão de crédito válido da vítima, para conseguir acesso irrestrito à conta, seja por violação de dados ou malware no computador da vítima, que captura seus movimentos no teclado ou registra sua atividade digital.

Phishing: o clássico jogo de engano une-se à alta tecnologia, onde o criminoso simplesmente mente para uma vítima por mensagem de texto, e-mail ou celular – normalmente fazendo-se passar por uma figura de autoridade – para conseguir as informações pessoais de identificação da vítima e fazer um cartão de crédito fake.

Skimming: nesse método comum que utiliza caixas eletrônicos e outros leitores de cartão em pontos de venda, o criminoso esconde um dispositivo fraudador na máquina para copiar os dados de cartão de crédito.

Fraude de Requerimento: tão simples, mas tão frustrantemente efetivo, esse esquema envolve o uso de um requerimento de conta falso ou furtado para fazer cartão de crédito falso, no nome de outra pessoa.

Clonagem Virtual: esse esquema de fraude introdutório consiste no criminoso testar informações de cartões de créditos furtados por meio de pequenas encomendas virtuais para verificar que o número do cartão é válido. Uma vez que uma encomenda pequena é aceita, bingo – o criminoso sabe que a informação funciona e rapidamente começa a cometer fraudes maiores.

Fraude Amigável: o nome pode ser leve e parecer inofensivo, mas não há nada amigável em um cliente que faz um pedido legítimo, mas, de modo fraudulento, diz que o produto foi perdido ou houve um problema com a encomenda. O consumidor acaba ficando com a mercadoria que “nunca chegou” e o comerciante tem de lidar com o prejuízo e o trabalho do estorno.

Cartão de crédito falso: sinais vermelhos que podem indicar fraude

Uma das melhores maneiras de enfrentar a fraude de cartão de crédito é ficando atento a esses esquemas comuns. Com sorte, a maioria vem com sinais vermelhos consistentes que podem ajudá-lo a desvendar e interromper uma transação potencialmente fraudulenta antes que o dano seja feito.  Endereços diferentes de cobrança e entrega: existem muitas razões legítimas pelas quais um consumidor pode escolher que seu pedido seja entregue em um endereço diferente do usado na cobrança. Mas usar o endereço do consumidor legítimo como endereço de cobrança e pedir que a encomenda seja entregue em outro endereço é um modo fácil para o criminoso fazer a encomenda e receber o produto antes que o dono do cartão perceba o furto.

Dica: exija números de telefone para ambos os endereços, ligando para ambos no caso de alguma suspeita.

Endereços não-residenciais: assim como diferentes endereços de cobrança e entrega, a maior parte dos pedidos feitos para entrega em hotéis, escritórios e caixas postais são provavelmente legítimas. Mas também é quase impossível saber quem está recebendo essa encomenda, tornando esse cenário mais comum para fraudes. 

Dica: a única coisa a ser feita a não ser proibir este tipo de pedido (não recomendado) é analisar essas transações com cuidado adicional.

Cartão de crédito falso: transações atípicas

Fraudadores contam com o fato que você é ocupado demais para avaliar todas as transações e que você pode não ter seus filtros antifraude adaptados para as táticas que eles empregam. Isso tem um bom motivo. Se não tomar cuidado, alguns dos esquemas fraudulentos mais populares podem facilmente passar despercebidos, como:

- Encomendas estranhamente grandes, normalmente com a opção de frete rápido selecionada 

- Vários pedidos destinados ao mesmo endereço, mas com diferentes cartões de crédito usados em cada uma 

- Muitos pedidos com endereços de entregues diferentes, mas feitas pelo mesmo endereço de IP 

- Várias transações feitas com números de cartão de crédito com pouca variação 

- Dica: Como os outros sinais vermelhos listados aqui, qualquer uma das situações acima pode ser legítima, então a melhor opção é examinar esses casos com mais cuidado para verificar se é ou não uma atividade fraudulenta.

- Mudança de endereço de entrega: criminosos enfrentam diversos desafios quando tentam usar dados de cartões de crédito roubados. Primeiramente, precisam que a transação seja aprovada. Daí, precisam receber a mercadoria antes que o dono do cartão perceba o que aconteceu. Uma tática comum de superar ambos esses problemas é encomendar o produto para o endereço do dono do cartão (o que ajuda na velocidade de aprovação da transação), e depois ligar para o serviço ao consumidor para pedir uma mudança no endereço de entrega (que passa através da política normal de detecção de fraude, deixando que o criminoso consiga a mercadoria em qualquer lugar). 

- Dica: Assegure-se que existe um processo disponível onde o consumidor pode interromper qualquer encomenda onde os planos de entrega foram mudados ou pacotes foram reencaminhados.

Cartão de crédito falso: mais dicas para evitar fraudes

Além de ficar de olho nos sinais vermelhos listados acima, existem outras medidas que você pode tomar para fortalecer seus esforços de prevenção à fraude, principalmente no que diz respeito ao cartão de crédito falso:

- Mantenha um registro de tentativas de fraude, estornos e clientes problemáticos 

- Divida informações com redes de comerciantes para que você crie um banco de dados maior que pode ajudar na identificação de tendências fraudulentas

Manter-se alerta sobre os diversos métodos de fraude de cartão de crédito e os sinais vermelhos para abusos em potencial pode ajudar a proteger sua pequena empresa, mas é muita coisa para fazer sozinho. Se você gostaria de ajuda, fale conosco para descobrir o que podemos oferecer como seu parceiro confiável e valorizado em segurança cibernética.

Título

Escrito por

Posts de convidados da Clearsale.