1/01/2016 •
2 min. de leitura

5 maneiras de manter suas vendas com boas experiências para o seu consumidor

Durante muito tempo o fator mais importante para se dar bem nas vendas era o valor competitivo: se a sua loja oferecesse os preços mais irresistíveis, ela seria bem sucedida. Nos tempos atuais, outros fatores passaram a ter o mesmo (ou maior) peso que apenas o preço, entre eles o atendimento e a forma como você se apresenta.

 

Para ter bons resultados em vendas você precisa ter boas estratégias de como vender seus produtos, mas também precisa ir além e saber como “se vender”. É preciso que as pessoas comprem suas ideias e sua marca. Isso vai ajudar a criar um diferencial competitivo entre os seus concorrentes e o seu negócio.

Um grande exemplo continua sendo a Apple. A empresa não vende apenas iPhones, iPads ou Macs, ela vende ideias, crenças e estilo de vida. Esses fatores fazem com que inúmeros fãs continuem admirando e comprando os produtos da marca.

Para ajudar você a manter suas vendas efetivas, separamos seis dicas que vão criar um bom relacionamento com o seu consumidor. Aproveite!

Torne-se um expert no que você faz Na hora de vender, você precisa ter três pontos em mente:

Tenha domínio - mesmo que, como empreendedor, o que você mais deseja é o sucesso do seu cliente, para isso dar certo o melhor não é você focar em como ajudar os seus clientes a se darem bem.

Se torne um especialista no que você faz, domine tudo que envolva o seu negócio e assim você poderá então guiar os seus consumidores a escolherem o que é melhor para eles. Com sua experiência você ainda poderá ajudá-los a sair da zona de conforto e testarem novas possibilidades para crescerem.

Seja honesto na hora de contar sua trajetória e do que você realmente pode oferecer aos seus potenciais clientes. Seja curioso sobre a história deles, sobre o que eles precisam e se preocupam. Se você não souber alguma resposta, não tenha medo dizer e acrescentar que você pode encontrá-las.

Saiba escutar - você deve ouvir mais do que falar, entender o problema do seu cliente vai ajudar a descobrir qual solução vai ajudá-lo a conseguir o melhor.

Seja persistente de forma amigável

Se o seu cliente não respondeu um e-mail, uma ligação ou um recado que você deixou, significa que ele não está interessado? Nem sempre.

Talvez ele não tenha visto, não foi avisado de um recado ou qualquer outra coisa. Não tenha medo de entrar em contato novamente, mas saiba fazer isso de forma amigável, sem se tornar chato.

Aprenda com o “não” Se um potencial cliente acabou não fechando com você, esse “não” pode ser uma oportunidade para você entender o que está errado e melhorar.

Talvez esse não seja seu público-alvo de fato, sua oferta não estava adequada, não era o tempo certo ou então a mensagem correta. Identifique cada passo do seu processo de venda e tente descobrir como você pode evoluir nas próximas negociações.

Respeite o tempo de compra Embora você, muitas vezes como vendedor, queira fechar suas metas o quanto antes, é preciso lembrar que cada pessoa ou empresa tem seu próprio tempo de compra.

É preciso ter paciência, saber esperar e não atropelar o processo. Tenha em mente que o seu objetivo não é apenas fechar negócios, mas também ajudar os clientes a resolverem problemas e obterem o sucesso.

Teste sempre

Se você tinha 10 oportunidades e, no final, não conseguiu fechar nenhuma delas, é preciso dar um passo atrás, analisar o seu processo de vendas e tentar identificar o que saiu errado.

Não tenha medo de testar sempre e encontrar a melhor forma de fazer negócios bem sucedidos.

Para ter vendas cada vez mais efetivas, nem sempre você precisa planejar ações mirabolantes, muitas vezes pequenas mudanças são suficientes. Nesse texto, nosso foco foi em relacionamento e como esses passos vão ajudar a melhorar a percepção dos clientes em relação à sua marca.

Sucesso!

Título

Escrito por

Posts de convidados da Clearsale.