14/09/2017 •
2 min. de leitura

Já ouviu falar em Bitcoins e em como pode usá-las?

Grandes parcerias constroem grandes experiências! E é por este motivo que, além de termos conosco os melhores fornecedores do e-commerce, também vamos nos unir para dar todo know how que pudermos, contribuindo com seu sucesso e crescimento!

 

A colaboração de hoje fica com a Híbrido, uma conceituada plataforma de e-commerce do sul do país, que vai contar melhor o que são as Bitcoins e como podem ser utilizadas no e-commerce.

OS PRIMEIROS PASSOS PARA BITCOIN NO ECOMMERCE

Em 2009, nasceu uma moeda chamada Bitcoin. A moeda é digital, desregulamentada e descentralizada, com a compra e a venda funcionando de uma pessoa para outra sem intermediários, não existe um banco central que controla. O valor da moeda flutua de acordo com a oferta e a demanda do mercado. Quanto mais procura, maior é a sua cotação, neste exato momento que escrevo, 1 bitcoin está valendo R$6.046,11.

grafico1

Existem inúmeras criptomoedas, mas a que vamos destacar hoje é a Bitcoin. O que as pessoas vem procurando são novas formas para comprar e vender, sem precisar pagar altas taxas para operadoras de cartão. Um outro fator, é a liberdade entre ter regras claras que dependam apenas do comprador e vendedor, sem ter um dedo do Estado adicionando taxas entre os dois.

Na imagem abaixo fica mais fácil entender essas diferenças.

grafico2

Como funciona?

O primeiro passo é criar uma carteira virtual. A maior e mais conhecida é a Blockchain. Após fazer o cadastro, você ganha um “endereço” em forma de código que será divulgado na hora que você quiser receber um valor.

Existem várias formas de adquirir bitcoins. A Foxbitpode ser comparada a uma bolsa de valores, você pode depositar e sacar dinheiro. No Brasil, isso já é realidade em Minas Gerais, onde a empresa Bitvale colocou uma ATM de Bitcoin (caixa eletrônico). Ainda existem outras formas, mas essas já bastam para seguirmos.

Hoje as empresas que fazem transação de Bitcoin para ecommerce funcionam geralmente da seguinte maneira:

  1. O usuário escolhe finalizar sua compra na loja virtual e escolhe pagar com bitcoin.
  2. A plataforma de pagamento informa o valor da compra em bitcoin.
  3. O usuário faz a transferência em bitcoin para a plataforma de pagamento.
  4. A plataforma de pagamento deposita o dinheiro em reais na conta do site da loja virtual.

Quem usa?

Antes de mais nada veja esse site: Coinmap (https://goo.gl/NdFNsc). Ele é um mapa que cadastra os estabelecimentos que aceitam Bitcoins, como restaurantes, pousadas, freelancers, entre outros. E nesse site (https://goo.gl/hJE5eM), temos uma lista de ecommerces que aceitam Bitcoins.

Quais os benefícios do uso no ecommerce?

Governos não gostam de bitcoin, a moeda é uma das formas de controlar uma sociedade, e é natural que sigamos as regras porque dependemos dessas moedas para fazer nossas trocas. No caso de bitcoin, quem define as regras são apenas o comprador e o vendedor, sem um intermediário, fazendo o mercado se “auto-controlar”.

Diante disso, é importante saber que muitas pessoas já vem utilizando Bitcoins para vender e é uma boa forma de atrair mais clientes. Caso você tenha um ecommerce, será mais um lugar que as pessoas poderão investir seus bitcoins e um diferencial para a sua loja.

Usar Bitcoin ou outra criptomoeda, abre portas para inovações futuras, você estará um passo à frente da concorrência, bancos tradicionais tendem a usar sistemas mais obsoletos. Usar criptomoedas é poder experimentar novidades.

Os produtos tendem a ser mais baratos porque a criptomoeda Bitcoin possui menos taxas, logo o custo do produto pode ser menor.

Problemas como confirmação de pagamento não existem, a confirmação é instantânea em até 10 minutos, isso faz o cliente ficar mais tranquilo em saber que o produto será entregue mais rápido.

Abre oportunidades para novas rotas comerciais globais, eliminando barreiras como existem nos processadores de pagamentos que só existem em certos países. Usar Bitcoin remove intermediários usando comércio direto comprador – vendedor. Como toda empresa precisa de um processo de implementação para os pagamentos, com o Bitcoin não é diferente. Escolha uma empresa processadora, hoje conheço a Bitpay e a Pagcoin. A Bitpay, por exemplo, já recebeu $32,51 milhões de investimentos segundo a Crunchbase.

Daqui pra frente...

Caso você queira entrar no mundo de Bitcoins, seja para vender no ecommerce ou para investimento futuro, é importante estudar muito para não se meter em roubada. Um bom começo é pelo site da Bitcoin (https://goo.gl/j2JZom). Lembrando que os cuidados tem que ser os mesmos que você tem com uma moeda normal, algumas pessoas já se deram mal e hoje falam mal do Bitcoin, tome cuidado e se informe bastante.

Embora o foco do artigo não seja esse, o Bitcoin é apenas uma das criptomoedas, para ser mais preciso hoje existem 830 criptomoedas de acordo com o Coin Market Cap. Como tudo que é novo precisa evoluir, com Bitcoin não é diferente, existem muitos fatores a serem melhorados.

É importante lembrar que muitas empresas já estão investindo milhões de dólares em ecommerce como é o caso da Coinbase que já recebeu aporte de $117,21 milhões.

Acreditamos que cada vez mais as criptomoedas estarão presentes no nosso dia-a-dia, em todos os setores da sociedade, é importante ressaltar também que o governo olha muito preocupado com essa evolução, porque interfere diretamente no controle e organização do estado para com as pessoas.

E você, independente de você ter um ecommerce ou não, usaria Bitcoin no seu ecommerce? Vamos conversar sobre 🙂

Um forte abraço e bons negócios. 

Gostou? Se quiser saber mais sobre os conteúdos produzidos por este parceiro acesse https://goo.gl/FXCYxg. E continue acompanhando nosso Blog e as novidades em nossas redes sociais.

Título

Escrito por

Posts de convidados da Clearsale.