25/10/2021 •
2 min. de leitura

ClearSale parabeniza o Sistema B pelos 8 anos no Brasil

Para marcar a data, organização programa uma série de ações com Empresas B e parceiros estratégicos deste grande movimento

 
 

Com um orgulho imenso por ser a primeira empresa certificada pelo Sistema B a abrir capital no Brasil, e ciente do papel fundamental que companhias podem exercer para uma sociedade mais igual e mais justa, a ClearSale parabeniza a instituição pelo aniversário de 8 anos de atuação em território nacional.

Em outubro de 2013, o Movimento B chegou ao país com o Sistema B Brasil, organização sem fins lucrativos responsável pelo engajamento, divulgação e articulação regional deste movimento global, que foi fundado pelo B Lab e une pessoas que usam o poder de seus negócios para auxiliar na construção de uma sociedade mais justa e inclusiva, focada em questões sociais e ambientais.

Em comemoração aos seus 8 anos de atuação, o Sistema B Brasil preparou uma série de ações em parceria com as Empresas B, com o objetivo de trazer mais conhecimento sobre o movimento e sua importância para o futuro do planeta. “Entendemos que existem muitas pessoas e empresas que estão engajadas com nossos valores e causas, mas, que ainda não entenderam de fato o que é o Sistema B e como podemos auxiliá-los a tirarem do papel essas práticas que já são reconhecidas internacionalmente como necessárias. Hoje, temos a oportunidade de nos apresentar de maneira leve e didática e trazer para perto essas pessoas”, explica Francine Lemos, Diretora Executiva do Sistema B Brasil.

As ações que acontecem nesse mês de outubro têm como objetivo conectar o Sistema B Brasil com o público que identifica a necessidade de ser parte da transformação de que o mundo precisa. Na programação, destaque para a transformação da rua Oscar Freire, símbolo do consumo no país e na capital mais rica do Brasil, em “Rua B”. Com sete lojas de Empresas B na rua, a ideia é fazer uma série de intervenções de artistas da PretaHub no dia 30 de outubro, conectando a arte de rua com a Oscar Freire e dando luz para o consumo responsável e consciente de marcas sustentáveis. Entre as ações previstas, há ainda a criação de um marketplace online para produtos B nos sites do Mercado Livre, Americanas e Magazine Luiza, que é uma das B Movement Builders.

O ESG e a evolução do mercado de impacto

O ESG vem ganhando força nos últimos dois anos, mas, antes dele, o Sistema B Brasil trouxe enormes avanços para a formação de um ecossistema de impacto. "Fazendo uma retrospectiva, podemos apontar alguns destaques da nossa atuação. E é sensível que houve um aumento significativo na preocupação das empresas em relação a questões de sustentabilidade. Sem dúvida, esse é o maior avanço dos últimos oito anos. É como se a ficha tivesse finalmente caído de que, para continuarmos existindo, é necessário mais do que só gerar lucro”, explica Francine.

Compreender o papel do seu negócio e ressignificá-lo de modo a gerar impacto positivo na sociedade e no planeta é um caminho sem volta. Contribuindo com esse cenário, o Sistema B liderou diversos projetos visando construir um ecossistema favorável para empresas que utilizam a força do mercado para dar soluções a problemas socioambientais. Entre as iniciativas do Sistema B Brasil nos últimos anos, podem-se destacar programas como Net Zero 2030 – campanha mundial do movimento B com mais de 1.300 empresas comprometidas a zerar suas emissões de carbono – e a versão brasileira do Coletivo do Clima – um grupo de companhias que estão ligadas de alguma maneira ao Movimento B e trabalham juntas para tomar medidas em relação à emergência climática.

Na área social, o Sistema B Brasil atuou no avanço de diversas pautas como, por exemplo, na discussão em torno da diversidade e inclusão dentro das empresas, por meio do movimento Seja Antirracista – em parceria com a IDBR e o Capitalismo Consciente Brasil –, com o objetivo de ser um espaço de comprometimento público com diretrizes sobre como lutar contra o racismo estrutural e institucional; na diversidade etária, em parceria com a Labora, que trabalha e incentiva outras organizações em relação à diversidade geracional; e na parceria do grupo Mulheres B com a ONU Mulheres em 2021 – para tratar temáticas relacionadas a gênero e espaço corporativo.

Para o Sistema B, as empresas têm o papel de acelerar a implantação de uma Nova Economia, cujo maior indicador de sucesso seja o de provocar impactos positivos que gerem valor para a sociedade e o meio ambiente de maneira sustentável. E é isso que o Sistema B Brasil tem buscado desde o início. “São oito anos fomentando uma ideia de evolução do nosso sistema econômico e vendo a sociedade e o meio ambiente mostrando que passou da hora de fazermos negócios de um jeito diferente, indo muito além do lucro. Se quando começamos nosso modelo era uma opção, hoje, vemos que é uma questão de sobrevivência (das pessoas, do planeta e dos negócios) buscar uma economia B”, conclui Francine.

Sobre o Sistema B

O Sistema B é uma organização parceira do B Lab desde 2013, responsável pelo engajamento, divulgação e promoção local de todo Movimento B no Brasil e América Latina. Ele articula um movimento global de pessoas que usam os negócios para a construção de uma economia mais inclusiva, equitativa e regenerativa para as pessoas e para o planeta. No centro deste movimento estão as Empresas B, 215 já certificadas no Brasil e 793 na América Latina, que compartilham um perfil de negócio que equilibra propósito e lucro, considerando o impacto de suas decisões em seus trabalhadores, clientes, fornecedores, comunidade e meio ambiente. No mundo, já são 4070 empresas certificadas.

Converse agora com os nossos especialistas em segurança:

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.