16/03/2018 •
1 min. de leitura

Proposta de Valor: entenda o que é e como criá-la na sua empresa

Empreendedores têm muitas dúvidas na hora de abrir um negócio. Uma delas é a definição da proposta de valor. Entenda como ela funciona e para que serve!

 
 

Para nos ajudar neste podcast, convidamos Gustavo Rodrigues, que é cineasta, pós-graduado em Criação Publicitária e Planejamento de Campanhas, fundador da GUP Comunicação e ex-colaborador do Marketing da ClearSale. Ele nos ajudou a explicar melhor como funciona uma proposta de valor, o que é proposta de valor, em quais aspectos ela ajuda o seu negócio e qual a sua efetividade.

Antes de ouvir, no entanto, fique atento aos pontos abaixo:

O que é proposta de valor?

É o conjunto de produtos e serviços que resolvem problemas e melhoram a vida do cliente. É a alma da empresa, é o motivo dela existir. É como se fosse o trilho pelo qual ela deve seguir.

Proposta de valor em produtos e serviços

A proposta de valor é a visão do problema que seu negócio irá resolver, é uma visão macro de tudo o que a empresa entrega e como ela entrega, incluindo perspectivas do varejo e do consumidor. É preciso ter a proposta de valor muito clara, é preciso colocá-la no papel, ainda que você pense que ela está consolidada em sua cabeça. Ela vai te ajudar, inclusive, no processo de como atrair clientes.

Proposta de valor e dores dos clientes

É importante saber o que não dá certo no seu ramo de atuação, é preciso saber onde sua concorrência falha na hora de resolver as dores do cliente e, a partir disso, criar seu modelo de proposta de valor e oferecer os diferenciais competitivos. Depois deste ponto de partida, você pode trabalhar no que convencionou-se chamar de 'aliviadores', que nada mais são do que soluções inovadoras para acompanhar as mudanças cada vez mais constantes de mercado.

Proposta de valor clara, mas flexível

É fundamental ter a consciência de que a proposta de valor terá, obrigatóriamente, que se adequar às mudanças de uma sociedade, que, com o passar dos anos, tem dores diferentes. Ou seja: necessitam de soluções diferentes. Como exemplo, podemos citar o conceito de user experience, pois não se pode mais pensar apenas em oferecer bons preços, produtos e serviços sem que eles estejam atrelaos a uma ótima experiência de usuário, a uma ótima jornada de compra.

Ter uma proposta de valor clara não quer dizer que ela tenha que ser pétrea. Pelo contrário, ela deve estar aberta às constantes mudanças de mindset do mercado, inclusive no que diz respeito ao modelo de negócio. Hoje em dia, temos exemplos de proposta de valor que deram certo, entre outras coisas, por causa da flexibilidade.

A proposta de valor precisa estar inserida em um modelo de negócio sustentável. A proposta de valor tem que caminhar junto com o que você pode oferecer, e não apenas ser um reflexo do que você quer oferecer.

Título

Escrito por

Posts de convidados da Clearsale.