29/05/2018 •
3 min. de leitura

Como atrair clientes: 6 dicas para impulsionar as vendas longe dos gigantes do e-commerce

Crescer no mercado de e-commerce não é uma tarefa simples quando a competição é com os gigantes do setor

 

Há muito espaço para que sua pequena loja online possa capturar uma maior participação de mercado e para entender melhor como atrair clientes fiéis, que representem menor desistência de compra.

Mas, em vez de tentar copiar as estratégias de vendas desses gigantes, os pequenos e-commerces devem se concentrar em identificar e aproveitar os pontos fracos que eles apresentam. Por isso, aqui estão seis coisas que você pode fazer para aumentar as chances de que seu negócio não apenas sobreviva, mas prospere no competitivo mercado online. Veja como atrair clientes novos.

1. Para atrair clientes, encontre seu nicho

O fato de gigantes do varejo terem dezenas e dezenas de opções de produtos e serviços os fazem não conseguir se especializar de fato em muitas coisas. Isso é uma fraqueza quando se trata de um cliente que procura por um produto único.

Felizmente, você não precisa apelar para todos os clientes. Em vez disso, você precisa focar no seu cliente-alvo e nos produtos específicos que eles desejam e precisam.

Portanto, encontre uma área lucrativa em seu nicho, algo que você se orgulha em se especializar, como joias personalizadas ou chocolates importados e ofereça o melhor valor que atrairá os consumidores para a sua loja. 

2. Ofereça itens de qualidade para atrair clientes

Para saber como atrair clientes para sua loja, você deve saber que nem sempre eles estão procurando o menor preço de um produto, em vez disso estão procurando o melhor valor. Os grandes varejistas online podem oferecer ótimos negócios, mas a qualidade dos produtos é muitas vezes insuficiente.

Entenda o valor dos produtos que você oferece e a qualidade da sua empresa e, em seguida, avalie o preço de acordo. É fácil relutar em cobrar mais, mas preços mais altos atraem os clientes que estão dispostos a pagar mais quando sabem que estão obtendo produtos de qualidade.

Eis um pequeno segredo: No cenário internacional até o Walmart sabe que nem sempre deve oferecer o preço mais baixo. Eles avaliaram uma televisão em 24,5% mais cara do que o mesmo modelo na Best Buy.

3. Misture as ofertas de produtos para atender a demanda dos clientes

Para obter as melhores ofertas, os grandes e-commerces costumam ter que se prender a contratos longos com fornecedores e isso os compromete com produtos que não são vendidos ou que não são bem feitos. As empresas menores raramente tem as mesmas restrições e podem alterar com mais facilidade suas ofertas de produtos com base nas demandas e no feedback dos seus consumidores.

4. Faça sua marca online

A Amazon tem 1,3 milhão de seguidores no Instagram. Não é pouco, certo? Mas considere que a Glitter Slimes, uma empresa de sete funcionários que produz lotes únicos de slime (como se fosse a mais popular amoeba) à base de cola, atingiu "apenas" 2 milhões de seguidores. Ela fez isso publicando vídeos divertidos e coloridos que envolvem os espectadores e interagem com os clientes em suas postagens.

Para crescer, as pequenas empresas estão usando cada vez mais as mídias sociais, pois elas ajudam a desenvolver relacionamentos pessoais com os clientes e a expandir o reconhecimento da marca. É uma estratégia que está valendo a pena. As pessoas querem dar o seu negócio a empresas e pessoas que conhecem e confiam.

5. Priorize a qualidade da sua página de produtos

Nem sempre é fácil para os consumidores encontrarem o que precisam em lojas físicas e pode ser ainda mais difícil navegar online, por meio de menus complexos e páginas de ofertas de produtos. Use seu tamanho menor a seu favor, garantindo que seu site seja fácil para os clientes navegarem e que encontrem exatamente o que estão procurando rapidamente.

6. Forneça uma experiência excepcional aos clientes

Embora estes grandes varejistas possam oferecer uma ampla variedade de produtos, tanto online quanto em suas lojas físicas, eles não são conhecidos por seu excepcional conhecimento sobre produtos ou atendimento ao cliente. É onde os pequenos varejistas do e-commerce tem a oportunidade de brilhar, personalizando a interação de cada cliente.

Quando as pessoas são tratadas como clientes valiosos, 68% deles tendem a desenvolver lealdade de longo prazo a um negócio. Ajude a fornecer o melhor serviço possível:

- Mantendo contato com seus clientes: descubra de quais produtos eles gostam, se não gostam, como querem vê-lo em sua loja;

- Disponibilizando a equipe de atendimento ao cliente por meio de bate-papos online, call centers, e-mail e muito mais. Assim você ajuda os clientes a tomar as decisões certas sobre os produtos;

- Acompanhando transações concluídas para garantir a satisfação do cliente;

- Respondendo a perguntas e preocupações prontamente.

Crescendo seu negócio com proteção contra fraude

Como um pequeno varejista de e-commerce, você pode achar difícil pensar em competir com os gigantes do varejo eletrônico e como atrair clilentes. Mas, é possível! Seguindo as dicas acima, você pode se ver não apenas se segurando contra os seus concorrentes, mas também se dando bem.

Outra maneira de ajudar seu e-commerce a aumentar a receita e manter a competitividade é usando um programa abrangente de proteção contra fraudes que funciona nos bastidores 24 horas por dia, 365 dias por ano, para examinar transações, analisar padrões de ataques fraudulentos e tomar decisões transacionais. O resultado? Você já sabe como atrair clientes e como oferecer uma experiência segura e sem atritos.

*Artigo escrito por Sarah Elizabeth Zilenovski, gerente de Marketing da ClearSale USA

Título

Escrito por

Posts de convidados da Clearsale.