19/08/2020 •
2 min. de leitura

Qual a importância da plataforma para a segurança da loja virtual?

Primordial para ajudar o lojista online a vender mais, plataforma pode ser grande aliada também no combate a fraudes

 

*artigo escrito pela Webstore

A insegurança do ambiente virtual ainda é um dos principais fatores que faz com que uma parcela da população manifeste certo receio na hora de comprar pela internet. Para assegurar que o seu site seja um lugar onde o cliente pode colocar os dados pessoais sem medo, sua plataforma e-commerce também precisa oferecer a maior segurança possível ao público que visita a página.

E isso não serve apenas para proteger o consumidor, pois as fraudes, na maioria muitas vezes, prejudicam mais o lojista do que o comprador. Por isso, a segurança da loja virtual é o que ajuda a garantir o sucesso do negócio.

Por que prezar pela segurança no e-commerce?

O temor pela apropriação dos dados pessoais, clonagem e uso indevido de informações não é infundado. Só em 2019, a cada R$ 100,00 em compras realizadas no e-commerce, cerca de R$ 3,47 foram tentativas de fraudes. Os dados são do Mapa da Fraude da ClearSale, mostrando que o e-commerce brasileiro sofre mais de R$ 3,6 mil em tentativas de fraude por minuto.

Existem diversas origens para as fraudes, mas algumas mais comuns e ligadas ao uso da plataforma no mercado de e-commerce são:

1. Roubo de dados

Acontece quando uma pessoa faz compras em nome de outra, utilizando seus dados sem autorização. O criminoso pode obter eletronicamente os dados roubados, efetuando a compra e enviando-a para um outro endereço.

Esta falta de segurança normalmente prejudica mais o lojista que, muitas vezes, já fez o envio do produto quando o verdadeiro dono do cartão de crédito ou da identidade roubada reconhece a fraude e solicita o cancelamento ou reembolso.

2. Phishing

Este tipo de golpe é uma técnica antiga da chamada engenharia social. É uma espécie de clonagem da página da plataforma e-commerce da loja virtual. Ela simula o ambiente da página de vendas dentro de um site malicioso para roubar os dados do cliente enganado e utilizá-los para transações bancárias, roubos e compras não autorizadas.

3. Autofraude

Acontece quando a pessoa faz uma compra e, em seguida, faz uma solicitação de reembolso afirmando que seu cartão foi roubado e que não é responsável pela compra. Tudo isso sem devolver os produtos à loja.

Sua loja precisa de uma plataforma e-commerce que lhe dê segurança

A segurança da plataforma constrói uma relação de confiança entre o cliente e o e-commerce. Além disso, a manutenção e o futuro do seu negócio dependem de um ecossistema que traga vantagens e livre você das fraudes que geram grande prejuízo financeiro e de imagem.

Para isso, o primeiro passo é contratar uma plataforma com recursos que tragam proteção contra fraude e mantenham sua loja e seus clientes em um ambiente seguro, especialmente no processo de pagamento, onde dados bancários e financeiros são fornecidos.

A ClearSale tem produtos antifraude para e-commerce, com integração para sua plataforma, gestão completa dos seus indicadores de fraude com rápida autenticação de pedidos e, se for da vontade do lojista, até mesmo com garantia de reembolso de prejuízos.

Recursos que tornam seu e-commerce mais seguro

Além de exigir senhas seguras de seus clientes, para tornar sua loja virtual mais segura você deve contratar uma plataforma e-commerce que ofereça certificado de segurança (SSL). Isso mostra aos visitantes que sua página é um ambiente seguro e confiável, garantindo criptografia forte, recursos de checagem de ameaças e fraudes.

Garanta, ainda, que a plataforma contratada tenha um suporte com atendimento rápido e eficiente e, sobretudo, que tenha como prioridade a saúde e cuidado com os dados dos seus clientes.

Título

Escrito por

Posts de convidados da Clearsale.