25/03/2021 •
2 min. de leitura

ClearCast: segurança no Pix é o tema do 2º ClearSale Responde

Série que responde questões vindas das redes sociais traz dicas para evitar golpes e fraudes no novo arranjo de pagamentos instantâneos do Bacen

 
 

clearcast

É inegável que o Pix foi bem recebido pelos brasileiros. Segundo dados divulgados pelo Banco Central, até o fim de fevereiro eram mais de 653 milhões de transações realizadas, mais de 181 milhões de chaves cadastradas e mais de R$ 508 bilhões movimentados no novo arranjo de pagamentos instantâneos.

Confira o trailer no YouTube

No entanto, como toda nova ferramenta de transações financeiras digitais, o Pix logo chamou a atenção de fraudadores, e tornou-se um alvo bastante desejo. Apesar de bastante seguro, o Pix ainda desperta dúvidas às pessoas neste quesito: Qual é a chave mais segura? É possível alguém clonar o meu Pix? Posso receber estorno se meu Pix sofrer uma fraude?

Diante disso, convidamos Marcelo Queiroz, head de Estratégia de Negócios da ClearSale, para responder às perguntas mais comuns que recebemos em nossas redes sociais sobre a segurança do Pix.

Ouça o 2º episódio do ClearSale Responde!

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.