27/09/2017 •
2 min. de leitura

Hoje são os contos de fadas que vão te explicar como funciona a fraude

Não importa a idade que você tenha, com certeza você vai lembrar, mesmo que em partes, dos mais famosos contos de fadas que conhecemos quando crianças. Eles foram cuidadosamente pensados para que aquela história fosse assimilada, interpretada e jamais esquecida por quem a assiste.

 

A fraude está longe de ser um conto de fadas, mas ela também deve ser muito bem conhecida, principalmente por quem está pensando em abrir um e-commerce. Então, por que não usar essas histórias para ajudar a entender algo importante para o seu negócio?

Fraude Efetiva ou uma cena de Chapeuzinho Vermelho?

Um dos grandes momentos de tensão de “A Chapeuzinho Vermelho” é quando o Lobo Mal finge ser a vovozinha da protagonista. Ou seja, ele finge ser outra pessoa para ter algo em troca e, por algumas vezes, quase é desmascarado, como nas frases “que olhos grandes você tem” ou “porque este nariz tão grande”. Porém, consegue concluir a missão.

Esta história se assemelha ao que chamamos de fraude efetiva, em que o fraudador entra no site da loja e efetua uma compra com dados de terceiros. Esse tipo de cibercrime é cometido principalmente por fraudadores profissionais, que vão em busca de produtos para revender e ter uma fonte de renda com isso.

Fraude Amigável ou uma cena de Cinderela?

Quem não se lembra das irmãs da Cinderela na famosa cena da tentativa de roubo dos seus sapatos de cristal? Elas tentam se passar pela irmã para conseguir algo para si mesmas, neste caso o príncipe encantado.

Em nosso paralelo, este é um tipo de fraude amigável. Neste caso, quem faz a compra não é o dono do cartão, mas sim uma pessoa próxima a ele como filho ou esposa, sem seu consentimento.

5 DICAS PARA VOCÊ COMPRAR ONLINE

5 DICAS ESSENCIAIS PARA NÃO ERRAR NA ESCOLHA DE UM SERVIÇO ANTIFRAUDE 

Autofraude ou uma cena de Pinóquio?

Em uma das cenas do famoso conto, Pinóquio fingia ir à aula, mas na verdade, saía para brincar e passear. Ou seja, ele mentia para conseguir o que queria e quando confrontado por seu pai, negava veementemente. Bingo! Esta é a autofraude, onde o verdadeiro dono do cartão o usa de má fé para realizar a compra e depois não reconhecê-la.

Fraude Limpa ou uma cena de A Branca de Neve?

Quando o caçador de “A Branca de Neve” recebe a ordem da rainha para que lhe traga o coração da protagonista da história, ele vai, porém volta com o coração de um animal que caçou. O “crime” foi tão bem feito que, se não fossem por seus poderes mágicos, a rainha jamais perceberia.

No mundo do e-commerce, isso acontece quando um fraudador comete a fraude limpa. Como ele utiliza todos os dados cadastrais reais da própria vítima, inclusive endereço (que deixa a cena do crime limpa), pode passar despercebido.

Como não temos poderes mágicos e nem um “felizes para sempre” encomendados de fábrica, precisamos correr atrás do sucesso do negócio, contando com a ajuda de especialistas. Neste caso, a ClearSale tem todas as ferramentas para te ajudar a barrar os vilões da fraude e alcançar o tal final feliz!

Quer saber mais sobre as nossas soluções? Contate um dos nossos consultores através do e-mail online@clear.sale ou ligue para (11) 3728-8788. Se preferir, também pode vir tomar um café conosco!

Título

Escrito por

Posts de convidados da Clearsale.