<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1822643671395020&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
13/05/2021 •
2 min. de leitura

Dia das Mães tem R$ 131,5 milhões em fraudes evitadas no e-commerce

Faturamento total do setor na data, no entanto, ultrapassou os R$ 7 bilhões, segundo o Neotrust. Confira os números em detalhes!

 

Com as restrições nas lojas físicas, os brasileiros recorreram a internet para garantir o presente de Dia das Mães.

De acordo com a Neotrust, empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, a data gerou um faturamento de R$ 7 bilhões no varejo digital, cifra que representa um aumento de 15% em comparação ao ano passado. O estudo leva em conta o período de 24 de abril a 08 de maio.

Apesar do aumento no faturamento, o volume de compras foi menor em relação ao ano passado. Em 2021, o Dia das Mães registrou 14 milhões de pedidos, montante 5% menor no comparativo. Apesar disso, os brasileiros gastaram mais: segundo a Neotrust, o tíquete médio teve alta de 21%, atingindo R$ 475,00.

Analisando as categorias com mais pedidos, Moda e Acessórios foi o grande destaque. Em seguida, completam o Top 5 Beleza, Perfumaria e Saúde, Artigos Para Casa, Entretenimento e, por fim, Móveis, Construção e Decoração.

“Os números mostram que o e-commerce está cada vez mais consolidado no hábito de consumo dos brasileiros. Com a possibilidade de ter maior economia e variedade, os consumidores estão optando cada vez mais por comprar online e no Dia das Mães o comportamento se manteve” afirma Fabrício Dantas, CEO da Neotrust.

Fraudes

A ClearSale identificou aumento no número de tentativas de fraude no comércio eletrônico de 2020 para 2021 no Dia das Mães. Neste ano, o volume total de pedidos foi de 7.152,877, o equivalente a R$ 3.902.958.773, com um aumento de 51,7%, e o número de fraudes evitadas foi de 117.090 (R$ 131.547.941), alta de 117,03%.

Entre as categorias com maior índice de fraudes, os celulares aparecem no topo do ranking como o produto mais visado pelos fraudadores. Ar-condicionado, bebidas, eletrônicos e eletrodomésticos aparecem em sequência completando o Top5.

Para o balanço de tentativas de fraudes, o período analisado foi o de 24 de abril a 08 de maio, e foram contabilizados apenas pagamentos com cartão de crédito.

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.