14/01/2019 •
2 min. de leitura

Machine Learning: saiba o que é e qual a sua importância

Tecnologia tem despertado, cada vez mais, o interesse de empresas de diferentes segmentos, já que oferece ganhos competitivos importantes para o negócio

 

Já faz algum tempo que não se pode mais tratar o Machine Learning como algo futurista ou abstrato, pois suas aplicações práticas são muitas – e nos mais diversos segmentos.

No mundo dos negócios, por exemplo, praticamente não há mais imaginar uma empresa de sucesso que não use o Machine Learning (ou aprendizado da máquina, em português) para otimizar processos, garantir eficiência e ter máxima segurança.

O que é Machine Learning?

De forma simples, é a capacidade de aprendizagem da máquina. Assim como acontece com o ser humano, quanto mais se aprende sobre algo, maior é o ganho. O Machine Learning é um subcampo da Inteligência Artificial que pode processar um grande volume de dados e desenvolver algoritmos que tornem este processo cada vez mais rápido e assertivo. Com isso, a máquina é capaz de criar padrões mais refinados e aplicá-los em novas oportunidades, criando um ciclo permanente de aperfeiçoamento.

Machine Learning e suas vantagens

O Machine Learning é capaz de evoluir constantemente. Sempre que uma nova informação é atualizada, o computador cruza esse dado com toda a sua base anterior, gerando uma nova descoberta e atualizando automaticamente o algoritmo que toma decisões.

Na era do Big Data, que é a que vivemos hoje, com um volume quase infinito de dados sendo gerados a cada segundo, é fundamental a existência deste tipo de tecnologia – e também da Data Science –, pois só assim é possível organizar, processar e analisar estes dados de forma rápida e eficiente.

Machine Learning e suas aplicações

Uma aplicação bastante comum do Machine Learning é na melhoria da experiência do usuário no e-commerce. Uma vez que as preferências do consumidor são identificadas, é possível personalizar ofertas, sugerir outras plataformas e tornar tudo mais atraente e interessante.

No entanto, quando falamos em capacidade de aprendizado, são inúmeras as possibilidades. Daqui a alguns anos, provavelmente veremos pelas ruas carros que não precisam de motoristas, pois teremos modelos que ensinam os computadores de bordo a dirigir.

Outro ganho real para as pessoas já está ocorrendo na saúde. Com base em um grande banco de dados, o computador pode reconhecer uma condição ou doença em um tempo muito menor, agilizando, assim, as tomadas de decisão de médicos após a realização de exames, por exemplo.

Com as sinalizações feitas pelo Machine Learning, é possível identificar rapidamente situações específicas, em um contexto no qual muita informação é gerada de maneira extremamente veloz.

Machine Learning na gestão antifraude

Com o Machine Learning, é possível ajustar automaticamente modelos estatísticos de acordo com a necessidade e risco de cada empresa, aumentado a eficiência da gestão antifraude.

Podemos cruzar dados e comportamentos do comprador e identificar fatores de risco, que são atualizados quase que a cada segundo.

Esse fator é fundamental, pois o fraudador é muito dinâmico e está sempre mudando de estratégia, e as atualizações do Machine Learning conseguem acompanhar essa dinâmica sem surpresas desagradáveis.

Machine Learning nos próximos anos

A Inteligência Artificial e o Machine Learning estão transformando o mundo. É uma forte e irreversível tendência em todos os segmento de mercado.

Os impactos são profundos e possuem desdobramentos em toda a economia e vida das pessoas. Com a velocidade com que a tecnologia evolui, temos cada vez mais assertividade e velocidade na criação de modelos e, consequentemente, em cada tomada de decisão.

A construção de um legado de aprendizados dinâmico, combinada com diversas tecnologias que estão amadurecendo – como a biometria facial e de voz –, vai intensificar, nos próximos anos, o uso da tecnologia até mesmo nas mais simples tarefas do dia a dia.

Machine Learning vai, cada vez mais e em maior escala, ajudar a antecipar situações e permitir que estratégias sejam criadas pelo ser humano para lidar com todo o tipo de situação, de maneira mais segura e planejada.

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.