22/12/2020 •
2 min. de leitura

O que é Business Intelligence e como aplicar no seu e-commerce

O BI pode ajudar a fazer o seu negócio decolar. Para isso, no entanto, é preciso entender como e quando aplicá-lo. Saiba mais!

 

Até não muito tempo atrás, as decisões mais importantes tomadas em empresas eram baseadas no conhecimento e no histórico de carreira de seus líderes executivos. Embora tenha sido um modelo de sucesso em muitas companhias, a evolução tecnológica, o aumento da competitividade e os novos modelos de negócio que surgiram nos últimos anos trouxeram a necessidade de se tratar toda e qualquer decisão relevante de maneira mais consistente e estratégica.

Com isso, as empresas passaram a investir dinheiro e esforços em coletar e gerenciar informações que pudessem ajudar a embasar as melhores tomadas de decisão dentro da organização. O tratamento dessas informações, por sua vez, torna possível a identificação de insights valiosos e que juntos formam o conceito de Business Intelligence aplicado nas decisões estratégicas de muitas empresas hoje em dia.

Neste artigo, mostraremos o que é este conceito, por que utilizá-lo, como aplicá-lo e quais as suas vantagens mais importantes para as empresas. Confira!

O que é Business Intelligence?

O termo Business Intelligence significa, na tradução literal da língua inglesa, inteligência de negócios. De forma simplificada, o conceito de Business Intelligence é a coleta, organização, processamento, análise e gerenciamento de informações (geralmente dados) que possam basear as principais tomadas de decisão dentro de um empresa.

Assim, é muito provável que uma organização consiga, além de coletar as informações valiosas das quais precisa fazer uso, garantir que todos os times envolvidos em cada decisão estejam munidos com estas mesmas informações na momento mais adequado, e que isso esteja sempre muito claro dentro do negócio.

Portanto, pode-se dizer que Business Intelligence é a combinação ideal entre a coleta de informações sobre a atuação da empresa e seus envolvidos, o armazenamento e o processamento desse material para análises posteriores e a gestão das decisões baseadas nestas informações, para que fique claro se a Business Intelligence tem gerado os efeitos dela esperados.

Por que usar Business Intelligence?

Investir em Business Intelligence é uma excelente maneira de evitar o desperdício de recursos importantes, tanto financeiros quanto humanos, principalmente em tempos nos quais muitos mercados são absolutamente desafiadores e as estratégias e decisões precisam ser, cada vez mais, certeiras.

A Business Intelligence é capaz de ajudar a empresa a desenvolver um planejamento mais estratégico e construir vantagens competitivas capazes de agregar mais valor ao negócio, principalmente nas entregas aos seus clientes, parceiros e stakeholders.

Business Intelligence para e-commerce

A natureza digital do e-commerce torna o uso de Business Intelligence realmente essencial. Por meio das ferramentas de Business Inteligente é possível captar e trabalhar dados sobre base de clientes, prospects, etc. Além disso, algumas vantagens por transformar dados em informações podem ser citadas como o caminho para um desenvolvimento sustentável do negócio.

Principais vantagens

Toda decisão é tomada para gerar resultados relevantes. Quando se usa Business Intelligente para embasar as decisões, elas se tornam mais rápidas e certeiras, o que é importante para potencializar processos e ações, inclusive para os casos em que é necessária uma correção de rota por uma decisão com resultados abaixo do esperado.

O Business Intelligence também é fundamental para reconhecimento de mercado, identificação e prevenção de riscos (inclusive análise de risco financeiro), identificação de oportunidades, reconhecimento rápido e correção de falhas, gestão das informações e otimização de processos.

Não se pode deixar de citar a importância do BI para um bom trabalho antifraude, inclusive. Afinal de contas, empresas especializadas em gestão, prevenção e combate a fraudes usam tecnologias modernas de ciência de dados (principalmente antifraude para e-commerce) para coletar, processar, tratar e transformar essas informações em insights valiosos para o negócio.

Como aplicar Business Intelligence

É claro que aplicar o BI na empresa vai muito além de apenas implementar uma ferramenta. É preciso educar e engajar os times para o uso constante e questionador das ferramentas, pois só assim o olhar poderá chegar além do óbvio.

No entanto, existem algumas ferramentas de Business Intelligence já bastante conhecidas em diversos mercados e que podem auxiliar bastante no processo de aplicação. O Power BI, da Microsoft, o Google Data Studio, do Google, e a Qlik são bons exemplos. Embora sejam bastante amigáveis, o recomendado é que haja pelo menos um profissional já familiarizado para ajudar com a implementação.

Vale ressaltar que, embora todo e qualquer negócio possa ter um bom Business Intelligence implantado, ele fará mais sentido em organizações que tem quantidades consideráveis de dados em suas bases, pois sem eles o BI não terá a mesma efetividade para transformar dados em informações.

Business Intelligence x Big Data

É importante deixar claro que Business Intelligence e Big Data são coisas diferentes. Enquanto o primeiro diz respeito ao uso de uma grande quantidade de informações (dados) para gerar insights importantes para um modelo de negócio, o Big Data é como o local (geralmente em nuvem) onde estas informações ficam armazenadas, mas sem qualquer tipo de processamento, tratamento, análise e gestão.

Além disso, é preciso ressaltar que são conceitos complementares, e que juntar as features de ambos é primordial para tomadas de decisão mais rápidas e assertivas. Por meio de ambos que é possível pensar em novas possibilidades e oportunidades sem que isso seja um mero ‘tiro no escuro’.

Como se preparar para implementar

Além de engajar os times envolvidos, é preciso pensar em questões como integração de dados com a plataforma escolhida, definir os indicadores de performance, criar as regras, envolver a gestão, etc.

É preciso ter claro que a implementação já é, por si só, a primeira tomada de decisão envolvendo Business Intelligence, e que a falta de atenção a este ponto já pode representar um problema, uma vez que você provavelmente investirá dinheiro e esforço em algo que pode não dar resultados, se o seu uso não for correto e devidamente difundido dentro da organização.

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.