5/11/2021 •
2 min. de leitura

Web Summit 2021: ClearSale e Apple têm dinâmicas de negócio semelhantes

Veja o que dois grandes pilares trazem de 'conexão' entre as empresas

 
 

 

O Web Summit 2021 vem trazendo insights muito interessantes, mas, entre os mais legais – e que mostram um paralelo da ClearSale com a Apple – diz respeito à parte de segurança e privacidade. Craig Federighi, VP de Engenharia de Software da Apple, falou sobre os dois pilares (segurança e privacidade) e como a Apple está trabalhando isso.

 

O número de ataques cibernéticos, buscando alternativas em sistemas operacionais, vem aumentando fortemente. Há, atualmente, uma estratégia para que se crie um sistema operacional que ofereça extrema flexibilidade ao usuário.

Clique aqui para acessar o conteúdo gratuito!

Ou seja, dessa forma será possível que qualquer pessoa consiga baixar um aplicativo de qualquer lugar, de qualquer loja. Mas, para Federighi, essa pode ser uma decisão errada e que pode trazer incontáveis prejuízos ao mercado digital. O fato de um aparelho estar infectado pode disseminar para incontáveis aparelhos em cadeia e tornar a segurança extremamente vulnerável nesse sentido.

Diante desse cenário – que pode ser muito sombrio, ainda mais na era que se preza tanto por segurança e privacidade de dados, a Apple tomou uma decisão de basear toda estratégia em dois pontos fundamentais: o primeiro, e até que, de certa forma, “óbvio” é ter um ponto simples de distribuição dos apps. Isso significa que a Apple Store é o único lugar seguro que as pessoas podem baixar apps da Apple.

Além disso, a empresa oferece, também, uma camada de análise humana, onde colaboradores analisam os aplicativos antes deles serem, efetivamente, publicados e ficarem disponíveis ao público.

Mas, o que Apple e ClearSale têm em comum?

E é aí que entra o paralelo com a ClearSale e parte do nosso modelo de negócio. Por aqui, da mesma forma, há uma gestão com similaridade nos dois pilares, a começar pelo fato de que somos geradores de confiança na construção de um Data Lake único e robusto, que só foi possível por meio de visibilidade que oferecemos a todos os nossos clientes, cumprindo regras relacionadas ao LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) e tendo uma visão única da reputação digital das pessoas, o que impacta diretamente nessa geração de confiança para que seja possível levar um dado consistente ao mercado.

Além disso, sobre o segundo pilar citado por Craig, do fator humano, é fundamental mencionar que essa é uma das etapas mais essenciais nos processos da ClearSale, pois também agregamos a camada humana, com uma das mais extremas especializações do mercado, para fazer as validações necessárias e a complementariedade que um sistema de segurança tão exigente como o da ClearSale requer.

Mais sobre o Web Summit

Realizado pela primeira vez em Dublin, na Irlanda, o Web Summit migrou para Lisboa, capital de Portugal, a partir de 2016. Em 2020, por causa da pandemia do novo coronavírus, o evento foi realizado de maneira totalmente online, atraindo um público de mais de 100 mil pessoas.

De volta ao modelo que o consagrou, o evento é esperado com bastante expectativa, já que, em um momento que ainda traz incerteza para muitos setores, fundadores e CEOs de empresas de tecnologia, startups, políticos influentes e chefes de estado estarão reunidos para ajudar a esclarecer quais os próximos passos do mundo.

Papel da ClearSale

Sempre em busca de movimentar o mercado e ajudar empresas e pessoas a prosperarem, a ClearSale tem a convicção de que uma de suas missões é democratizar o acesso à informação relevante, e a cobertura do Web Summit 2021 é mais um passo nesse processo, que é contínuo.

Aproveite!

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.