6/01/2022 •
2 min. de leitura

O que é antifraude e por que ele pode revolucionar seu e-commerce?

Você já ouviu falar em sistema antifraude? Saiba tudo sobre o assunto no artigo que preparamos.

 
 

Quais seriam os prejuízos que seu negócio teria caso o sistema do seu e-commerce fosse invadido? Perda financeira? Quebra de confiança do público com sua marca?

Saber o que é antifraude e como ele pode ser aplicado no seu e-commerce pode fazer toda diferença na saúde financeira da empresa. Afinal, com o passar do tempo as ações dos criminosos estão ficando mais eficientes, conseguindo acessar sistemas e dados de negócios com maior facilidade.

Para você ter uma ideia, no primeiro semestre de 2021 foi registrado um aumento de 83,7% em tentativas de fraude, em comparação com o mesmo período de 2020. Nesse sentido, é fundamental dispor de tecnologias que coíbam esses ataques.

Neste artigo, mostramos o que é antifraude, suas funções no e-commerce e como ele pode ser implementado. Continue lendo!

Quais são as fraudes mais comuns e seus prejuízos?

Basicamente, existem 4 tipos de fraudes mais comuns no e-commerce. Veja quais são elas nos próximos tópicos.

Apropriação indébita

A apropriação indébita é um crime previsto no Código Penal Brasileiro em seu Artigo 168. Basicamente, consiste em se apropriar de um bem de outra pessoal sem o consentimento dela. No e-commerce isso pode ocorrer por meio de desvio de produtos.

Por exemplo, o criminoso pode acessar o sistema, alterar o endereço de entrega ou, até mesmo, desviar os produtos internamente. Outra forma de apropriação indébita é quando o criminoso aumenta o valor do faturamento de um produto ou serviço e fica com a diferença para si.

Roubos de identidade

Os roubos de identidade também são muito comuns em e-commerces. Para isso, o criminoso utiliza dados reais de um cliente para fazer compras em nome dele. Desse modo, o golpista recebe pelos produtos, mas o pagamento fica sob a responsabilidade do cliente. O problema fica ainda maior quando o consumidor só percebe a fraude semanas depois.

Estorno incorreto

O estorno incorreto ocorre quando o fraudador faz uma compra real e, em seguida, afirma que não recebeu o produto e solicita o reembolso. Nesse caso, a empresa acaba devolvendo o dinheiro de um produto entregue corretamente.

Golpe de phishing

O golpe de phishing tem o objetivo de atacar o usuário utilizando um site de e-commerce como máscara. Assim, o fraudador entra em contato com o usuário e se passa por uma empresa séria, podendo ser um e-commerce, banco e outro tipo de organização.

Desse modo, ele solicita a confirmação dos dados pessoais do consumidor. Nesse momento, o que o criminoso está fazendo é capturar as suas informações, utilizando-as em compras online posteriormente.

O que é antifraude?

Antifraude é um sistema capaz de proporcionar segurança nas lojas virtuais. Assim, evitando transações fraudulentas que podem ter por objetivo aplicar golpes financeiros ou extrair dados de clientes para executar outros tipos de fraudes.

Esse sistema utiliza a inteligência virtual e outras tecnologias para analisar dados de compras, identificando golpes e tentativas de fraudes variadas em processos de venda. Ele também atua inibindo ataques de hackers em seus sistemas de gestão.

Como as soluções antifraude funcionam?

Os sistemas antifraude funcionam basicamente como um grande analista de ações e informações. Quando uma pessoa acessa o site do e-commerce, essa solução analisa os dados para entender se estamos tratando de uma pessoa real ou um fraudador.

Ela garante o gerenciamento e prevenção de ações fraudulentas, evitando os impactos financeiros que as fraudes podem gerar na empresa. Dessa forma, o sistema usa diversos fatores de análises e combinações, utilizando a inteligência estatística, bem como a análise humana especializada.

Uma única fraude pode arruinar seu negócio. Por exemplo, a LGPD estabeleceu multas que correspondem a 2% do seu faturamento, chegando até a R$ 50 milhões. Então, se um criminoso captura dados de seus clientes e lança essas informações na internet, sua empresa pode ser severamente penalizada.

Por isso, esse tipo de sistema é de extrema importância para manter a saúde financeira do seu negócio. Além disso, as fraudes também prejudicam a imagem da empresa perante o mercado.

Como escolher um sistema antifraude de qualidade?

Agora, é hora de conhecer alguns pontos que você deve avaliar antes de escolher um sistema antifraude. Os primeiros elementos a serem analisados é o equilíbrio entre os índices de identificação de chargeback, bem como o tempo de resposta e as taxas de aprovação.

Além disso, essa solução precisa atender perfeitamente ao seu modelo de negócio. Assim, evitando o mínimo de fricção com o consumidor. Ou seja, evitar que ele perceba que está diante de um moderno sistema de verificação de seus dados, que serve, inclusive, à sua proteção enquanto cliente do e-commerce.

Por fim, o sistema antifraude deve proporcionar à empresa um maior retorno, independentemente do valor cobrado pela análise de pedidos. Em resumo, ele precisa dispor de uma ligação entre a rapidez na análise, menor índice de chargeback e maior taxa de aprovação.

Além da proteção antifraude para e-commerce, esses sistemas proporcionam suporte para outros segmentos e atividades. Por exemplo:

  • serviços financeiros: oferecendo um onboarding digital, seguro e sem burocracia, com o objetivo de reduzir risco em abertura de contas ou concessão de crédito;
  • antifraude para vendas diretas: protegendo o crescimento financeiro contra ataques causados por consumidores e até consultores mal-intencionados;
  • threat intelligence: um sistema que tem por objetivo identificar o vazamento de informações, takedown, redes sociais falsas, anti-phishing ou produtos falsificados, sendo uma solução ideal para a gestão antifraude;
  • antifraude para Pix: solução que proporciona o máximo de segurança para que sua empresa possa receber pelas compras por meio dessa modalidade.

Além disso, antes de contratar uma solução antifraude, também vale a pena conferir o tempo de atuação da empresa no mercado, bem como avaliar o atendimento oferecido e o suporte técnico que pode ser necessário após a implementação do sistema.

Essas informações são muito importantes para você ter acesso a uma solução completa e que atenda a todas as necessidades do seu negócio.

Por fim, podemos concluir que saber o que é antifraude fará toda diferença na segurança do seu empreendimento. Deixar de contar com esse tipo de solução pode causar impactos significativos nas finanças, além de consequências relacionadas à Lei de Proteção de Dados (LGPD), entre outras legislações.

Gostou das dicas deste artigo? Então, responda agora o nosso teste e veja como anda o nível de segurança do seu e-commerce.

Título

Ao fornecer suas informações, você declara estar ciente de nossa Política de Privacidade e aceita que a ClearSale envie informativos, ofertas e outros materiais.

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.

Assine nossa newsletter

Ao fornecer suas informações, você declara estar ciente de nossa Política de Privacidade e aceita que a ClearSale envie informativos, ofertas e outros materiais.