1/09/2021 •
2 min. de leitura

Pix 2021: entenda quais são as principais novidades

 
 

O Pix 2021 chega com algumas novidades muito interessantes. Essa modalidade de pagamento, que passou a ser disponibilizada pelas agências bancárias em novembro de 2020, revolucionou a forma como as pessoas transacionam dinheiro por meio dos mais variados tipos de contas.

Sem dúvidas, é uma funcionalidade que veio para ficar. A própria rede bancária vem trabalhando com marketing pesado em cima do Pix e as pessoas estão se sentindo cada vez mais seguras em utilizá-lo. Porém, as novidades ainda estão chegando.

Neste artigo, mostramos as principais mudanças do Pix 2021, além de aprofundarmos no conceito dessa funcionalidade. Continue lendo!

O que é o Pix?

Pix é o nome dado a um sistema criado pelo Banco Central do Brasil (BCB) e utilizado por toda a rede bancária que permite a transferência de valores entre contas. Contudo, existem algumas diferenças que fazem esse sistema ter um grande número de usuários, com mais de 133 milhões de chaves cadastradas, segundo o Governo Federal. São elas:

  • isenção total de taxas, independentemente do tipo de transação realizada;
  • possibilidade de transferir qualquer valor;
  • funcionamento durante as 24 horas do dia e em sábados, domingos e feriados.

O novo sistema tem por objetivo criar mais uma opção de transferência bancária. Ou seja, os métodos antigos denominados DOC e TED — que têm uma série de restrições — continuam existindo normalmente.

Quais são as principais novidades do Pix 2021?

Sem dúvidas, o Pix foi uma grande evolução do sistema bancário. É algo que já era desejado por muitas pessoas. Inclusive, alguns bancos e fintechs começaram a oferecer a possibilidade de transferência por meio de TED sem custo.

Contudo, esse sistema ainda tinha algumas limitações, especialmente quanto ao horário da transação. Sem esquecer da indisponibilidade em dia não útil. O Pix resolveu o problema, mas também gerou algumas desconfianças por parte em certos usuários.

Nesse contexto, foram implementadas algumas mudanças muito interessantes para tornar o sistema ainda mais seguro e aumentar a base de usuários. Continue a leitura e entenda.

Mecanismo de devolução

Um dos principais medos das pessoas que optaram por não utilizar o Pix é a inexistência de um mecanismo de devolução. Porém, se esse era o seu receio, nós temos uma grande notícia: foi criada uma forma de devolver valores transferidos por meio dessa modalidade.

A mudança iniciará quando o sistema completar seus 12 meses de existência. Ou seja, no dia 16 de novembro. Sendo assim, o Banco Central do Brasil fará a padronização das regras e dos procedimentos para viabilizar a devolução de valores.

Para dar segurança ao procedimento, quem executará esse processo é a própria instituição de relacionamento de quem recebeu a transferência. Para isso acontecer, é preciso existir uma fundada suspeita de fraude. Ou ainda, a existência de uma falha operacional nos sistemas durante a execução da transação.

Por exemplo, imagine que você pretende fazer um Pix para um desconhecido. Ao preencher os dados, valores e digitar a sua senha, recebe a mensagem informando que a transação não foi realizada. Como se trata de um pagamento urgente, decide repetir a operação que, dessa vez, é concretizada.

Contudo, logo em seguida percebe que o processo anterior também foi efetivado. Então, haveria um Pix em duplicidade. Imagine, ainda, que o recebedor se recusa a devolver o valor. Nesse caso, você pode entrar em contato com a agência de destino, informar o acontecido e ser ressarcido do montante pago em duplicidade.

Saque com limite mensal e troco

Previsto para começar a funcionar entre agosto e setembro de 2021, o saque com Pix é uma função que envolverá lojas físicas e redes varejistas. Desse modo, o usuário pode sacar 4 vezes gratuitamente o limite de R$ 500,00 por dia nessas empresas. O foco dessa funcionalidade é diminuir o número de pessoas utilizando os caixas eletrônicos das agências.

Outra mudança interessante é a possibilidade de troco com Pix. Por exemplo, se o consumidor fizer uma compra de R$ 50,00, ele pode pagar com um Pix de R$ 100,00 e receber o respectivo troco da loja. Essa também é uma alternativa cujo objetivo é reduzir o fluxo de pessoas nos bancos, além de dar mais segurança para o usuário.

Formulação da lista de contatos

Outra novidade interessante é a formulação de uma lista de contatos. Basicamente, é uma relação de pessoas com as quais você precisa trocar valores com frequência. Assim, bastaria clicar no nome do indivíduo para iniciar o processo de transferência.

Alguns bancos já oferecem uma funcionalidade parecida, com a inclusão de favoritos ou de transações recentes. Contudo, o foco é criar uma lista de contatos exclusiva para ser utilizada no Pix, contendo as chaves utilizadas pelas pessoas.

Pix por aproximação

Os pagamentos por aproximação, ou contactless, como são conhecidos, já são uma realidade no ambiente comercial brasileiro. Eles se popularizaram ainda mais com a pandemia, quando as pessoas passaram a evitar ao máximo o contato.

Em resumo, esse é um sistema muito seguro que faz a leitura magnética de dados para iniciar um processo de pagamento. Essa é mais uma novidade trazida pelo Pix 2021. Portanto, a aproximação pode ser feita com o próprio smartphone ou na leitura de um código QR com a câmera desse equipamento.

Como essas novidades vão impactar a sua vida?

Todas as mudanças que mostramos neste artigo têm dois objetivos muito simples. A princípio, tornar o Pix mais acessível. Em segundo lugar e o ponto mais importante, garantir total segurança nas transferências de recursos entre contas bancárias.

Assim, essas mudanças visam diminuir a relação entre o Pix e as tentativas de fraudes que, infelizmente, aconteceram durante alguns meses. Além disso, elas vão impactar a forma como as pessoas sacam dinheiro, diminuindo idas aos bancos, que podem gerar o risco de roubos ou furtos.

Por fim, o Pix 2021 continuará sua revolução nos meios de pagamento. É importante que a sua empresa esteja atenta a essas mudanças e demonstre aos clientes que esse é um sistema seguro e proporciona muitas vantagens ao usuário.

Gostou deste artigo? Então, compartilhe-o em suas redes sociais. Desse modo, mais pessoas terão conhecimento sobre as principais mudanças que são aguardadas nesse moderno sistema de pagamentos e transferências.

Conheça nossa solução antifraude para o Pix, fale com nossos especialistas:

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.