28/07/2021 •
2 min. de leitura

Simplificando a notificação de chargeback: saiba como fazer e conheça sua importância

Um conteúdo para quem ainda tem dúvidas sobre processos de pagamento via cartão, marcação de chargeback e a sua importância na identificação da fraude

 
 

O chargeback é um mecanismo criado pelas operadoras de cartão para que o consumidor não seja lesado por problemas em processamentos de compras em seus cartões, principalmente no e-commerce.

Como acontece o pagamento via cartão de crédito?

Entender o funcionamento deste método de pagamento colabora com os esclarecimentos de dúvidas sobre o processo de chargeback. Afinal, o cartão de crédito é uma das formas de pagamento mais utilizadas no Brasil e no mundo.

Vamos imaginar o seguinte cenário: uma pessoa entrou na sua loja virtual para realizar uma compra. Após escolher os produtos e colocá-los no carrinho, ela efetua o pagamento. Sem saber, o banco libera e a compra é concluída. Até aqui, parece tudo certo, não é verdade? Mas não é. Imagine que esse “alguém”, na verdade, é um fraudador.

Depois de realizar todo processo de compra, ele faz o pagamento com dados de um cartão roubado. Sem saber, o banco libera o pagamento. Ao mesmo tempo, do outro lado da cidade, o verdadeiro dono do cartão recebe a notificação de uma compra efetuada em seu nome. E é aí que a coisa complica: logo, ele entra em contato com o banco para contestar a compra e solicitar o estorno.

entenda o processo de chargeback

Por que as notificações de chargeback são importantes?

Note que, neste processo, o dono do cartão que não reconheceu a compra recebe o estorno e a loja fica com o prejuízo da fraude e do produto perdido. Portanto, o chargeback se dá pelo cancelamento de uma compra virtual que não foi reconhecida pelo titular do cartão utilizado ou porque a compra não se adequa a termos previstos nos contratos das operadoras.

Conclusão? Realizar a notificação de chargeback o quanto antes é importante para que você não tenha prejuízos com o envio inadequado do produto e o não recebimento por ele. Além disso:

1. Ajuda a interromper novas fraudes
2. Melhora a análise e padrões de ataque
3. Calibra soluções tecnológicas
4. É uma cláusula contratual

Como enviar notificações de chargeback para a ClearSale?

Após receber a carta de contestação, acesse a aplicação e insira o número do pedido integrado na ClearSale na tela Chargeback.

Passo 2 - Comprovantes

Fique atento ao recebimento do comprovante de débito ou de cancelamento da compra.

Passo 3 - Notificação

Assim que receber o comprovante de débito ou de cancelamento da compra, envie um e-mail para chargeback@clear.sale contendo:

1. Número do pedido integrado na ClearSale;
2. Cópia da Nota Fiscal do pedido;
3. Cópia do comprovante de entrega do pedido;
4. Cópia do comprovante de débito ou de cancelamento da compra.

Passo 4 – Retorno ClearSale

Aguarde o retorno da ClearSale. Se a documentação estiver correta e o chargeback for classificado como autofraude, fraude deliberada ou fraude amigável, a ClearSale providenciará o desconto referente ao valor de ressarcimento no(s) próximo(s) faturamento(s).

Pontos importantes no processo para que tudo ocorra bem

Para que tudo ocorra bem, o comprovante de débito ou de cancelamento da compra deve conte nome fantasia ou razão social, data do débito/cancelamento, valor total da compra e data da venda.

Toda a documentação comprobatória deve, obrigatoriamente, coincidir com os dados constantes no pedido integrado/contestado. Após identificar uma contestação, notifique a ClearSale no prazo máximo de 120 dias da data do pedido.

Apesar desse prazo, ressaltamos que é de extrema importância para a inteligência, estatística e prevenção à fraude que a ClearSale seja notificada de imediato. Fique sempre atento ao recebimento das notificações de chargeback e não deixe de nos alimentar com essa informação.

Condições para garantia e ressarcimento do chargeback

Integração

Todas as transações da loja devem ser obrigatoriamente processadas pela ClearSale. Elas devem respeitar e integrar, obrigatoriamente, tanto os campos obrigatórios, quanto o Fingerprint, conforme a documentação de integração ClearSale API.

Classificação do pedido

A ClearSale poderá confirmar o não reconhecimento da compra com o cliente fraudado antes de classificá-la definitivamente como perda.

Ah, um detalhe importante: não se caracteriza fraude e não serão garantidos os estornos vindos de desacordos comerciais, ou seja, casos nos quais a transação é legitima e é contestada por algum problema com a compra. Exemplos:

1. Não relacionamento do nome da empresa;
2. Insatisfação com produtos/serviços;
3. Cancelamento do pedido.

Estorno

Somente transações com a forma de pagamento cartão de crédito, e aprovadas pela ClearSale, serão garantidas. O valor máximo para o ressarcimento de estornos em transações pode ser consultado na proposta anexa ao contrato.

Somente serão reembolsados os pedidos com apresentação de todos os documentos solicitados pela ClearSale dentro do prazo estabelecido e cujos dados constantes na documentação sejam iguais aos dados do pedido integrado na ClearSale, incluindo endereço de entrega.

É isso! Se você ficou com alguma dúvida sobre a marcação do chargeback e de como ele funciona, acesse os nossos canais e fale com um de nossos especialistas em fraudes no e-commerce.

Converse agora com os nossos especialistas antifraude:

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.