31/03/2023 • 3 min. de leitura

South Summit 2023: 5 aprendizados do segundo dia

O segundo e penúltimo dia do South Summit 2023 trouxe aprendizados importantes ao público presente nesta edição. Logo na abertura, muita reflexão sobre conhecimento, com um recado importante sobre conexão entre pessoas de diferentes mercados, que provoquem a zona de conforto e fomentem o famoso pensamento ‘fora da caixa’.

South Summit 2023: primeiro dia deixa lição de tolerância ao erro e importância da pauta ESG

“Muitas vezes, o melhor evento que você vai participar é aquele em que você não entende nada”, foi a frase que causou grande impacto e reflexão geral.

Confira agora o que mais rolou de aprendizado em um dos maiores eventos de inovação da América Latina:

Capital humano e liderança

Quando as pessoas vão a um evento de inovação, logo pensam que os principais assuntos serão sobre tecnologia ou negócios. De repente, se dão conta que o ponto comum de costura de todas as temáticas é justamente o capital humano, e é este que atrai empresas do mundo todo.

No final do dia, é sempre sobre pessoas. E em 2023, o tema da vez é a liderança, lembrando que qualquer pessoa pode exercer liderança, mesmo não sendo um CEO ou diretor(a) de uma grande empresa.

Afinal de contas, ser líder é construir legado e entender que é impossível fazer isso sozinho. Ser líder é uma palavra conjugada no coletivo. Ser líder é saber conectar pontas, mudar realidades e também inspirar a próxima geração de líderes, é sair do ar de heroísmo e utopia para ‘sujar as mãos’ junto com o time.

Inovações de impacto

Não basta ser inovador, tem que ter impacto! Por falar nesse assunto, é importante destacar duas empresas que estão fazendo isso aqui no Brasil. A primeira delas é uma empresa de dados. Mas como uma empresa de dados gera impacto?

Confira também: MRC 2023: sucesso do Pix e outras tendências do maior evento de gestão riscos do mundo

O Data Science Brigade desenvolveu robôs capazes de auditar gastos públicos de forma automática. Uma inteligência artificial processando milhares de gastos de deputados e senadores brasileiros realizados com dinheiro público, apontando suspeitas e incentivando a população a questioná-los. O projeto ganhou destaque internacional, se tornando caso de sucesso e referência mundial no uso de dados abertos. No fim, tivemos deputados pedindo desculpas e devolvendo o dinheiro.

Outro exemplo admirável é o naPorta, uma logtech de impacto que entrega tudo para todos. As pessoas que moram na favela, por exemplo, pagam o mesmo frete, mas não conseguem receber seus produtos na porta, precisam ir até uma agência retirar.

O naPorta leva acesso e conveniência ao realizar entregas que nunca antes chegavam nesses locais, inserindo as comunidades no mapa do e-commerce.

Além disso, eles incentivam o trabalho local, e ainda estão desenvolvendo um CEP digital. Hoje em dia, sem um CEP você não consegue pleitear uma vaga de emprego, solicitar uma ambulância, entre outros problemas. Em outras palavras, é como se você não existisse. O CEP digital oferece mais que um local, oferece identidade para essas pessoas.

Profissões do futuro

O processo atual de educação da população dura muito e tem pouca aplicabilidade no mercado. É preciso mudar a nossa forma de pensar, produzir e consumir. Não é mais sobre onde você estudou, mas como você se mantém em desenvolvimento.

Além de olhar para a eficiência, olhar para novas formas de fazer as coisas. Os desafios são menos em tecnologias e mais em comportamento.

É preciso, urgentemente, aproximar o perfil executivo do empreendedor. Os clientes pedem 99% de perfil executivo empreendedor.

Depois da festa, vem a ressaca…

Tempos atrás, montar uma startup virou uma forma ‘fácil’ e relativamente rápida de ficar rico. Contudo, recentemente, o mercado voltou para a racionalidade, e o ritmo de festa acabou.

O mundo está em um momento de contração monetária, uma crise de liquidez, mas não de demanda. Os investidores estão focados nos números e tentando entender os modelos de negócios do futuro.

Muitas pessoas, inclusive, voltaram para suas carreiras e compreenderam que operar a máquina é diferente de montar a máquina.

Outro movimento que aconteceu bastante foi o ‘divórcio de founders’ -  inclusive, o segundo maior divórcio deste tipo é entre pessoas que eram amigas da escola. Nesse processo, é importante lembrar: uma coisa é ser amigo, e outra coisa é ser sócio.

Conversas básicas ainda não acontecem, a conversa do início é difícil, mas há uma dica: antes de abrir uma empresa com alguém, vá acampar com essas pessoas, converse sobre objetivos de vida, por exemplo.

Também é importante lembrar que levantar investimento não é para todo empreendedor, e a boa notícia é que também não é o único caminho para criar um negócio de sucesso, existem muitos outros.

Viver o propósito

O cliente não quer saber o seu propósito, ele quer viver o seu propósito. Propósito precisa ser a experiência em ação, ele não pode estar apenas na parede.

Escrito por

A ClearSale é especialista em soluções antifraude nos mais diversos segmentos, como e-commerce, mercado financeiro, vendas diretas, telecomunicações e seguros, sendo pioneira no mapeamento do comportamento do consumidor digital. A empresa equilibra tecnologia e profissionais especializados para entregar os melhores indicadores aos clientes e movimentar o mercado com segurança e confiança.

Assine nossa newsletter

Leitura em Libras