23/04/2021 •
2 min. de leitura

O que são super apps e quais as suas funcionalidades financeiras? Veja!

 
 

Já imaginou realizar um pagamento, pedir comida, fazer uma compra ou trocar mensagens em um único lugar? Sim, com os super apps, é possível! Esses aplicativos são responsáveis por centralizar várias atividades.

Em outras palavras, os super apps são aplicativos que associam diversas soluções dentro de um mesmo ambiente, como delivery, meios de pagamentos, varejo e bate-papo, proporcionando facilidade e praticidade para o usuário mobile.

No Brasil, esse mercado ainda está avançando, mas a vantagem de ter todos os sistemas interconectados é significativa, possibilitando a escolha de como e por onde uma transação será realizada. 

Quer saber mais sobre os super apps? Continue a leitura do nosso artigo e conheça as principais funcionalidades financeiras dessa nova modalidade de recurso. Boa leitura!

O que são super apps e como eles funcionam?

De modo geral, podemos dizer que os super apps, ou superaplicativos, apresentam mais que uma função, fornecendo diversos serviços em uma mesma plataforma online e produzindo um ambiente próprio de modo que o usuário não precisa sair da tela para efetuar outras atividades. 

Para que isso funcione, é necessário haver um longo e avançado código que torne possível a integração de várias funcionalidades em uma mesma interface.

Essa novidade surgiu na China e tudo começou com um simples aplicativo de troca de mensagens, chamado WeChat. Com mais de 1 bilhão de usuários, o super app é o mais utilizado pelos chineses e um dos mais famosos do mundo, pois se transformou em mais do que um aplicativo de mensagens instantâneas.

Quais as suas principais vantagens?

Quando bem organizados, esses aplicativos proporcionam praticidade e uma experiência positiva ao usuário que os utiliza, possibilitando o envio de mensagens, pagamentos e compras, a solicitação de entregas e de transportes, entre outros serviços.

Além dessas facilidades, o usuário tem como vantagem a redução do consumo de memória interna. Em vez de precisar de vários aplicativos para diferentes serviços, ele pode usar apenas um, poupando espaço para arquivos pessoais, como músicas, fotos ou vídeos. 

Nesse sentido, levando em conta a velocidade com que as informações se movimentam atualmente e a praticidade que a tecnologia proporciona, torna-se evidente a relevância de aplicativos como esse: levar comodidade ao usuário, que, até então, precisava baixar uma série de ferramentas para desempenhar as atividades do cotidiano.

Vale ressaltar que não só os usuários se beneficiam desses serviços. Para as empresas, o armazenamento de dados sobre o comportamento dos consumidores permite uma maior análise, o que possibilita traçar um perfil, produzir novos serviços e, consequentemente, gerar mais vendas por meio desse processo.

Quais são as possibilidades de uso dos super apps?

Os super apps podem ser extremamente convenientes, já que, em geral, as pessoas não gostam de ter vários aplicativos instalados em seus smartphones. Para aqueles que os utilizam, é mais prático ter apenas um recurso que resolva todas as suas necessidades, desde pagar uma conta até chamar um carro ou pedir uma comida, como dito.

Esses aplicativos concentram diversas funcionalidades, o que favorece a criação de um ambiente próprio com o intuito de fidelizar os clientes para que não precisem mais utilizar outros com o fim de executar as suas atividades cotidianas. Confira as principais funcionalidades financeiras dos super apps!

Funcionalidades financeiras

Assim como os aplicativos bancários, alguns super apps permitem que os usuários usem o mesmo aplicativo para fazer as suas compras e gerenciar o seu dinheiro, realizando pagamentos e transferências, por exemplo. É o caso do Magalu, do Magazine Luiza.

Outros aplicativos oferecem uma carteira virtual para o varejo, um tipo de sistema de pagamentos por QR Code, com possibilidade de saques, depósitos e transferências, entre outras funções antes restritas aos bancos, além de uma plataforma de pagamentos semelhante. 

É importante ressaltar que a maioria dos bancos digitais tem impulsionado a oferta de produtos e de serviços não financeiros em suas plataformas, aproximando-se cada vez mais de um super app

Exemplos disso são as opções de adquirir passagens de avião, fazer recargas de celular, comprar um smartphone novo ou até mesmo pedir comida.

Quais os super apps mais relevantes?

Apesar de muitos aplicativos ainda não apresentarem serviços e produtos diversificados e uma estrutura consolidada o suficiente para suportar uma grande quantidade de usuários, existem algumas empresas relevantes que se destacam nessa modalidade.

Ame Digital, Banco Inter, MagaluPay, Mercado Pago, Next, Uber, Rappi, PicPay e PagBank são alguns dos superaplicativos mais relevantes do Brasil. Conheça, a seguir, alguns exemplos de super apps!

Magazine Luiza

No cenário do varejo, o Magazine Luiza foi um dos primeiros a adotarem a tecnologia. O seu aplicativo começou como uma plataforma simples de compras via dispositivos e, atualmente, já oferece vários produtos e serviços de várias categorias, como esporte, moda, beleza e mercado.

Além disso, a empresa desenvolveu uma nova forma de pagamento chamada MagaluPay, que é possível acessar pelo super app e permite que o usuário realize transações financeiras, como pagamentos de contas do mês, transferências para outras pessoas com conta no MagaluPay etc. Tudo isso sem sair do aplicativo!

Banco Inter

Inicialmente, o Banco Inter foi criado para ser limitado ao setor bancário. No entanto, o aplicativo tornou-se um super app com a inclusão de novas funcionalidades, com possibilidades de investimento, serviços financeiros, transporte, entretenimento, compras em e-commerces e, inclusive, reservas de hotéis.

Além disso, agora, os correntistas do Banco Inter têm acesso ao cashback, e o banco devolve aos seus clientes uma parte do dinheiro em compras por meio da ferramenta.

PicPay

O PicPay também é um dos maiores super apps de pagamentos do Brasil, com mais de 35 milhões de usuários. Além dos serviços financeiros, o seu objetivo é oferecer uma plataforma que atenda a todas as necessidades da vida cotidiana das pessoas.

De modo geral, o aplicativo funciona como uma carteira eletrônica para a transferência de valores e para a realização de pagamentos em estabelecimentos credenciados. 

Rappi

Outro aplicativo muito popular nesse mercado de serviços é o Rappi, que, além das entregas padrões de restaurantes e supermercados, permite solicitar serviços de limpeza, farmácia, pesquisa de hotéis, conserto de carros, assim como a compra de passagens aéreas.

Em 2018, a empresa lançou o RappiPay, que funciona como uma carteira digital. Por meio desse recurso, os usuários podem realizar transferências entre si, pagamentos de pedidos e até mesmo efetuar saques usando o aplicativo.

Por fim, a tendência é de que, aos poucos, as empresas priorizem os aplicativos que unificam diversas funcionalidades dentro de si. Afinal, diante das novas exigências dos consumidores, é importante que elas ofereçam soluções ágeis e práticas, como os super apps, favorecendo o crescimento dos recursos que são disponibilizados para os usuários.

Gostou do nosso artigo? Quer ficar por dentro de mais conteúdos como este? Então, aproveite para seguir as nossas redes sociais. Assim, você poderá acompanhar todas as novidades. Nós estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn, no YouTube e no Spotify!

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.