19/04/2021 •
2 min. de leitura

Qual será o futuro dos meios de pagamento? Descubra!

 

Afinal, qual é o futuro dos meios de pagamento? Essa é uma pergunta muito pertinente, e que deve passar na cabeça de todo o empresário que trabalha com alguns dos métodos que temos atualmente. Frequentemente, vemos mudanças consideráveis nesse processo.

Recentemente, surgiu o PIX que, mais uma vez, balançou todo o mercado. Além disso, a tendência é que esses processos se modernizem cada vez mais, exigindo dos empresários a implementação de sistemas capazes de receber esses métodos de pagamento, com segurança e eficiência.

Neste artigo, discorreremos um pouco mais sobre essas tendências e como você pode preparar a sua empresa. Acompanhe!

Qual a importância de acompanhar a tendência dos meios de pagamento?

O meio empresarial vem sofrendo muitas mudanças relacionadas à tecnologia e formas de trabalho. A pandemia do coronavírus acelerou esse processo de transformação que, inevitavelmente, aconteceria.

Atualmente, já se fala em e-wallet, cashback, PIX, pagamentos com biometria etc., de forma mais comum. O empresário que não se atentar a essa evolução pode correr o risco de ficar para trás em seu negócio e perder espaço no mercado.

Logo, é preciso acompanhar o futuro dos meios de pagamento, para trazer benefícios para o seu consumidor e, consequentemente, para a empresa. Essa regra vale para todos os segmentos, tanto o mercado financeiro quanto o varejo e serviços.

Como será o futuro dos meios de pagamento?

Com relação ao futuro, a tendência é que eles se tornem ainda mais digitalizados. Além disso, é provável que alguns mecanismos passem a ganhar mais expressão, como o pagamento por celular, Smartwatch, reconhecimento facial e biometria.

Com o crescimento do conceito do Open Banking, o consumidor adquire mais facilidade na hora de migrar de uma opção de pagamento para a outra, buscando sempre os serviços que proporcionam maior praticidade e segurança.

Em relação ao empresário, essas opções relacionadas ao futuro dos meios de pagamento podem ter um custo reduzido. Afinal, os processos não ficarão mais restritos ao uso das maquininhas de cartão que, na prática, são como sócias do legista.

Qual a importância da segurança em transações digitais?

Quando se fala em meios de pagamento modernos e transações digitais, é preciso abrir os olhos para uma questão muito importante: a segurança. Com o aumento da utilização desses processos, o número de fraudes também cresce.

Segundo o Executivo Comercial da ClearSale, Peter Germano, “o sucesso desses novos meios de pagamento está atrelado à segurança que eles oferecem. Se o consumidor ou lojista não se sentir seguro na utilização dos novos meios, eles acabarão caindo em desuso”.

Principais fraudes em meios de pagamentos digitais

Com base no que foi mencionado pelo representante da ClearSale, é preciso entender quais são os tipos de fraudes presentes nesses meios de pagamentos digitais. Veja os principais:

  • quando uma pessoa consegue se passar por outra, chamada de fraude de subscrição;
  • golpes em que o fraudados induz o emissor do pagamento a realizar o crédito em outra conta, criada pelo criminoso;
  • invasões de conta com relação de transferências para o fraudador;
  • furto ou roubo do cartão de crédito do cidadão, efetuando compras como se fosse o titular;
  • criação de contas em nome de terceiros.

Ferramentas para combater esse tipo de fraude

Atualmente, existem diversas soluções para esse tipo de problema. Uma das fornecedoras desse tipo de proteção é a ClearSale. Os usuários da empresa já possuem diversas soluções antifraudes.

Elas podem ser adotadas em etapas distintas do processo. O ideal, no entanto, é conhecer como funciona o fluxo de pagamentos de uma empresa, para oferecer a solução mais adequada. Afinal, cada negócio tem necessidades diferentes.

Por que testemunhamos um aumento nos meios de pagamentos?

Um dos motivos para que ocorra um aumento nos meios de pagamento é a questão da praticidade e, principalmente, segurança que existem na utilização dessas ferramentas. Além disso, existe a possibilidade de transitar quantias elevadas de dinheiro, sem ter que carregar as cédulas na carteira.

Atualmente, feirantes e comerciantes já adotam alguns métodos de pagamento como máquinas de cartão de crédito mais versáteis e simples, por exemplo. Não seria nenhum espanto acreditar que, em pouco tempo, essas mesmas pessoas passem a utilizar QR Code, PIX e outros métodos mais avançados.

Além disso, não há como deixar de mencionar que essas formas de pagamento proporcionam menor custo e praticidade, para ambos os lados de uma transação de compra. Entre os principais meios de pagamento, nós temos:

  • pagamentos por meio do PIX;
  • e-wallet, como Picpay, AME, Apple Pay, Mercado Pago, Google Pay, entre outros;
  • pagamento via biometria que, apesar de muito novo, pode chegar com muita força em um futuro muito próximo.

O que é o Data Trust e quais seus benefícios?

Data Trust é uma ferramenta disponibilizada pela ClearSale que contribui para a validação de dados, com reconhecimento do dispositivo utilizado, seja ele um computador, smartphone ou tablet. Esse sistema existe para avaliar se a pessoa que está usando os dados é, de fato, o titular do método de pagamento.

Assim como o Data Lake — outro sistema da ClearSale —, em conjunto com modelos estatísticos, é possível avaliar se os dados informados pertencem à pessoa que está na posse deles. Esse é um sistema que pode ser utilizado no onboarding digital dos consumidores, o que diminui a fricção de entrada no produto ou serviço digital que está sendo oferecido ao consumidor.

Com poucas informações do usuário, tais como CEP, CPF, e-mail e telefone, e a captura do dispositivo utilizado, é possível realizar o onboarding de forma rápida e simples para as pessoas conhecidas, com baixa propensão a fraudes, deixando possíveis eventos e pessoas desconhecidas com maior grau de atenção.

O Data Trust é muito utilizado no onboarding, e o maior benefício que ele proporciona é dar maior segurança ao consumidor, garantindo que ele é, de fato, quem diz ser. Entre os demais benefícios, também existe a possibilidade de gerar menos atrito no onboarding de bons consumidores.

Por fim, nós podemos concluir que o futuro dos meios de pagamento é muito promissor. Se adotadas as medidas de segurança corretas, os métodos podem ser muito benéficos para todos os lados de uma transação, oferecendo praticidade e velocidade nas operações de compra e venda.

Gostou dessas informações? Então, entre em contato conosco para saber mais sobre esse tipo de ferramenta que garante a segurança nas transações.

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.