29/09/2017 •
2 min. de leitura

Novas tendências trazem novas inseguranças: Fraude em Digital Goods

Você já ouviu falar em Digital Goods? Este termo pode não ser muito comum, mas ele pode ser facilmente traduzido para bens digitais. Este segmento engloba produtos e serviços como games e seus recursos (vidas extras e artefatos, por exemplo), serviços de músicas em streaming, e-books, softwares, entre outros. Mas, tudo que é novo no universo online traz muitos questionamentos, como: será que a segurança do meu negócio está bem estruturada para este momento? Será que há fraudadores em meio aos meus bons consumidores? Como posso evitar pedidos fraudulentos?

 
 

COMO FUNCIONA A FRAUDE EM DIGITAL GOODS  

Neste mercado os consumidores precisam fazer suas compras com muita rapidez. Imagine você jogando seu game favorito pelo celular, quase passando de uma fase difícil, mas acabaram suas vidas e armas especiais, então a saída é comprar o que lhe falta diretamente pela plataforma do jogo. Porém, além da adrenalina que já está instaurada, você só tem mais alguns minutos disponíveis para continuar jogando. Imagine que, quanto mais o consumidor demorar para adquirir o que precisa, mais frustrado ele pode ficar.

A partir disso, o risco de fraude aumenta. O desafio fica em como o serviço antifraude da empresa de jogos online vai analisar a compra em apenas alguns segundos, contando com o fato de que a base de dados daqueles clientes muitas vezes pode não ser tão rica de informações quanto o de uma transação no e-commerce. Isso acontece porque as empresas de Digital Goods evitam pedir muitos dados dos consumidores, visando evitar fricção na experiência do usuário.

Desta forma, a análise do risco de fraude no Digital Goods tem o desafio de ser extremamente rápida, contando com uma quantidade limitada de informações da compra. Neste cenário o uso da tecnologia e dados complementares é imprescindível.

 

EM QUAIS MÉTODOS E FERRAMENTAS ANTIFRAUDE CONFIAR  

Conforme já levantamos por aqui, uma das principais soluções para lidar com a fraude neste mercado é ter uma forte base de dados deste consumidor em compras online de diversos segmentos. Assim, fica mais fácil saber se ele já tentou alguma prática fraudulenta em outras lojas, por exemplo.

Outra ferramenta importante para este desafio é o Behavior Analytcs. Este conglomerado de tecnologias, que inclui Mapper, Fingerprint e Profiler, abre mais um leque de possibilidades de análise do comportamento do consumidor. Com elas, é possível saber especificidades como ações de navegação do usuário durante a compra e identificação exata do device usado pelo usuário.

E, por último, mas não menos importante, o Machine Learning. Esta ferramenta calibra dinamicamente os modelos estatísticos, identificando padrões e facilitando a análise de fraude. Agora já é possível enxergar o quanto a tecnologia é uma grande aliada no combate à fraude e o quanto ela pode nos ajudar a ser mais precisos e antecipar os passos do fraudador.

Procurar uma boa solução antifraude não é uma tarefa simples. É imprescindível colocar todos os pontos fortes e fracos na balança, pedir ajuda do próprio fornecedor para calcular ganhos e perdas e optar sempre por contratar os melhores valores e níveis de confiança possíveis.

A ClearSale tem o grande compromisso de entregar a melhor solução antifraude e os mais eficientes índices do mercado, para que os nossos clientes tenham tranquilidade e liberdade para se preocupar apenas com seu core business. Contamos com as melhores tecnologias de mercado, além do nosso competente time de estatísticos que está sempre pronto para lidar com a fraude no detalhe. Quer saber mais sobre o nosso trabalho? Ligue para (11) 3728-8788 ou envie um e-mail para online@clear.sale descubra por que somos líderes de mercado no Brasil!

Quer saber também um pouco mais sobre segurança da informação? Veja o nosso E-book em parceria com a ERPflex clicando aqui!

Converse agora com os nossos especialistas em segurança:

Escrito por

Posts de convidados da Clearsale.