22/06/2021 •
2 min. de leitura

Saiba como escolher o firewall adequado para a sua empresa!

 
 

A maioria das empresas, diariamente, realizam inúmeras conexões e produzem um grande volume de dados virtuais. Isso porque a rotina corporativa está muito baseada em softwares e soluções aliadas.

Embora toda essa tecnologia apresenta vantagens inquestionáveis, ela também fica suscetível a possíveis riscos, como a ação de malwares e de agentes maliciosos, desenvolvidos por criminosos virtuais, que afetam diretamente o andamento do negócio.

É nesse contexto que destacamos o papel do firewall, responsável por barrar as ameaças de um servidor e fazer um monitoramento nos dados que entram e saem da rede, mantendo, assim, todos eles seguros.

Para que você saiba mais sobre o assunto, apresentaremos, neste artigo, algumas dicas de como escolher a opção de firewall mais segura para sua empresa. Acompanhe a leitura e confira!

O que é firewall?

O firewall é um dispositivo de segurança que monitora o tráfego de rede, verificando quaisquer sinais de atividade maliciosa. Ele é responsável por proteger a rede interna, filtrando o tráfego de entrada e saída de acordo com regras definidas. Caso detecte algo suspeito, ele o bloqueará instantaneamente para não chegar ao seu destino.

Em outras palavras, podemos dizer que o firewall é um grande sistema de filtragem para seu computador ou servidor que limita o acesso de invasores. É uma forma de adicionar uma camada de segurança entre um sistema e ataques maliciosos.

Esse processo é mais conhecido como “filtragem de pacotes”, uma vez que o dispositivo realiza justamente essa função, isto é, bloqueia os pacotes de dados que não tinham permissão do firewall.

Por esse motivo, a ferramenta tem um papel essencial no arsenal de segurança de uma rede corporativa e deve ser elaborada por um profissional capacitado que tenha familiaridade com a empresa, a fim de configurar as devidas permissões.

Qual o firewall essencial para a segurança da sua empresa?

Embora todos sirvam para impedir o acesso não autorizado, existem diferentes tipos de firewalls, cada um projetado para uma determinada situação e com um método de operação. Alguns servem para computadores individuais, enquanto outros são feitos para filtragem de toda a rede.

Basicamente, existem três tipos principais de firewalls que utilizam recursos distintos para identificar e filtrar o tráfego malicioso, são eles:

  • firewalls de filtragem de pacotes;
  • firewall de inspeção estado;
  • firewall de aplicação.

No entanto, vale destacar que a quantidade exata de opções não é tão relevante quanto a ideia de que esses dispositivos fazem coisas bem diferentes. Por esse motivo, o ideal é que as empresas combinem alguns deles para proteger melhor seus sistemas, ou até mesmo usar uma única opção que ofereça mais de uma funcionalidade. 

Para identificar qual o firewall adequado para a segurança das empresas, é importante levar em consideração o tamanho da rede interna e a necessidade de gerenciar o firewall em apenas um dispositivo individual ou de toda a rede. Essas questões ajudam a decidir entre firewalls de software e de hardware. 

Além disso, a decisão entre os dois depende, em grande parte, dos recursos da equipe técnica designada para gerenciar a instalação. Mas no caso das empresas que possuem muitos computadores trabalhando na mesma rede, utiliza-se normalmente o firewall de hardware, porque é mais prático do que instalar o software individual em cada dispositivo.

Como escolher a opção mais segura?

A escolha do firewall adequado para a segurança da empresa começa com a compreensão da arquitetura e das funções da rede privada, assim como requer o conhecimento dos diferentes tipos de firewalls e de políticas mais eficazes para a companhia.

Primeiramente, ao escolher o tipo de dispositivo, não é necessário ser tão categórico. Afinal, a utilização de mais de uma opção de firewall fornece várias camadas de proteção, garantindo ainda mais segurança para sua rede.

Contudo, alguns detalhes podem ajudar no momento da escolha, confira as dicas que separamos para você!

Avalie as necessidades da empresa

As demandas e necessidades da sua empresa ajudam na escolha do firewall mais adequado. Soluções menos complexas podem ser eficazes para pequenos negócios ou que trabalham com um baixo tráfego de rede.

Além disso, a quantidade e os tipos de firewalls representam as medidas de segurança exigidas pela rede interna. Uma companhia que trabalha com dados confidenciais de usuários, por exemplo, deve assegurar que as informações sejam protegidas contra hackers, reforçando a proteção do firewall.

Verifique a capacidade de detectar, monitorar e prevenir ameaças

De modo geral, o firewall escolhido deve ser capaz de detectar, monitorar e prevenir ameaças e violações com rapidez, priorizando alertas para que ações possam ser tomadas. 

O firewall deve assumir a proteção de toda a rede da empresa, por isso, além de controlar acessos, ele deve ser capaz de detectar ameaças e bloquear possíveis tentativas de invasão, atuando para garantir a segurança como um todo.

Procure saber se o dispositivo que pretende comprar pode ser monitorado para prevenir ameaças. Afinal, não adianta ter um bom equipamento bloqueando todas as tentativas de intrusão se você não tem como acompanhar tudo isso. Não esqueça também de avaliar como os relatórios são disponibilizados, se tem como acessar na nuvem e se são fáceis de interpretar.

Veja a possibilidade de integração e automatização

Uma sugestão importante para escolher o melhor firewall na sua empresa é verificar se ele tem potencial de se integrar a outras soluções de segurança e monitoramento que a organização usa, normalmente, do mesmo fornecedor. Isso facilita o compartilhamento de informações sobre ameaças e dados com outras ferramentas.

Além disso, os departamentos das empresas apresentam necessidades diferentes. Nesse caso, o firewall pode assumir um papel importante na logística da empresa ao controlar o acesso de cada usuário, levando em conta o perfil de cada um deles. Portanto, verificar a possibilidade de integração e automatização pode ajudar no controle efetivo do firewall. 

Considere o suporte técnico

Outro fator importante que deve ser considerado são as formas de implementação do dispositivo e o suporte técnico. É importante que as opções de implementação estejam adaptadas às necessidades da empresa. Não se esqueça de que a infraestrutura pode crescer ao longo dos anos. E, para que todo esse trabalho seja otimizado, é imprescindível contar com um suporte técnico especializado, que preste auxílio desde a escolha do firewall até sua instalação e configuração.

Como vimos, a escolha do firewall adequado garante a segurança dos dados e um ambiente de trabalho mais seguro. Esperamos que este artigo tenha sido útil para se ter uma noção do que ponderar ao escolher uma solução para a sua empresa.

Se você gostou do nosso post e deseja ficar por dentro de mais conteúdos como este, não deixe de nos seguir nas redes sociais. Estamos no Facebook, LinkedIn, Instagram e Youtube!

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.