23/12/2019 •
2 min. de leitura

Natal deve aumentar faturamento e valor de fraudes evitadas no e-commerce

 

Levantamento da ClearSale, em parceria com o Compre&Confie, aponta que número de pedidos será maior do que em 2018, mas consumidor deve gastar menos

 

 

Resumo do post:

- Natal deve aumentar faturamento do e-commerce em 24%

- Valor de fraude evitada deve chegar aos R$ 257 milhões

- Outros dados sobre o desempenho do e-commerce na data

Natal é sinônimo de reunião de família, boas refeições, risadas e os tão sonhados presentes. Garantir que todos os entes queridos tenham pelo menos uma 'lembrancinha' na data é um aspecto característico do brasileiro e, neste ano, essa situação não deve ser diferente. Um levantamento realizado pelo Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado do grupo ClearSale, mostra que as compras online devem movimentar R$ 13,5 bilhões, aumento de 24% em relação ao mesmo período do ano passado.

Junto com o aumento das vendas, há uma maior tentativa de fraudes também. O prejuízo evitado com fraudes deve aumentar 68% este ano em relação a 2018, totalizando R$ 257 milhões de fraudes evitadas. As categorias preferidas pelos fraudadores são celulares (smartphones), games e bebidas.

Mais dados da pesquisa

O estudo, que considera o período de 15 de novembro a 24 de dezembro, mostra que o aumento das compras está relacionado principalmente ao maior número de pedidos feitos pela internet durante o período: 30,3 milhões de compras online devem ser realizadas, número 27% maior do que o registrado em 2018.

“Grande parte do crescimento é influenciado pelo sucesso da Black Friday, que apresentou um recorde de vendas via e-commerce. Às vésperas de dezembro, a data colaborou para que muito brasileiros aproveitassem as promoções como pontapé inicial para garantir os presentes de Natal”, afirma André Dias, diretor executivo do Compre&Confie.

Prova disso é o fato de que brasileiros devem gastar menos em cada compra. De acordo com o Compre&Confie, o tíquete médio previsto para a data é de R$ 445, valor 2% menor do que o registrado no ano anterior.

“O controle da inflação tem se refletido no preço dos produtos e consequentemente, no comportamento de compra. Além disso, a retomada econômica lenta colabora para que o poder aquisitivo do consumidor tenha se mantido razoavelmente estável, fator que reforça a tendência de gastar ligeiramente menos nesse período”, finaliza Dias.

Fraudes

Para 2019, o valor de fraudes evitadas deve crescer 68%, chegando a R$ 257 milhões. “O e-commerce brasileiro é bastante seguro, com índice de fraude de 3,5% em média. No entanto, é importante ficar atento para evitar dados furtados durante as compras, verificando os itens de segurança do site”, explica Omar Jarouche, diretor de Soluções da ClearSale.

Ao optar pelo cartão de crédito, por exemplo, o consumidor pode contestar a venda no caso de fraudes, o que não ocorre quando utiliza o boleto ou transferência bancária. A maior parte das tentativas de fraudes no comércio eletrônico estão relacionadas ao uso indevido dos dados do cartão de crédito por terceiros.

Sobre o Compre&Confie:

O Compre&Confie é uma nova empresa da ClearSale, referência em inteligência de mercado e líder no mercado antifraude para e-commerce. A companhia monitora vendas reais de mais de 80% do varejo digital brasileiro e tem o objetivo de gerar a maior rede de confiança online do Brasil por meio de produtos para varejistas (B2B) e consumidores (B2C).

Para os consumidores, a companhia oferece um serviço 100% gratuito por meio do aplicativo Compre & Confie. Com ele, é possível monitorar o uso do CPF nas compras realizadas no mercado online e notificar compras indevidas. Também é possível ter acesso a pesquisas de satisfação para avaliar a experiência de compra em lojas online e, a partir das respostas, receber cupons e concorrer a prêmios semanais.

Com foco no varejo, indústria e mídia, o Compre&Confie oferece uma metodologia de captura de dados de vendas online em tempo real para que seja possível acompanhar as vendas no comércio eletrônico de maneira muito precisa. Além disso, os varejistas online são beneficiados com um selo de reputação, obtido pela avaliação dos consumidores online.

Conteúdo relacionado:

Mais de R$ 500 milhões em fraudes são evitados no e-commerce no 3º trimestre

ClearCast: tendências já são realidade - Veja o que foi mostrado no Web Summit

Black Friday e Cyber Monday: ClearSale e Compre&Confie divulgam relatório final

Conheça algumas tendências do comércio mobile para 2020

Título

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.