27/01/2022 •
2 min. de leitura

O que é ransomware e como se proteger

Entenda o que é ransomware, descubra quais são os seus tipos e veja alguns exemplos de instituições que sofreram esses ataques.

 
 

Os avanços tecnológicos atuais fazem com que o uso da Internet seja essencial nos mais diversos empreendimentos. E Independentemente do campo de atuação da sua empresa, é preciso se atentar à segurança cibernética. Nesse contexto, é importante saber o que é ransomware.

Além do conceito, é necessário entender como evitar esses ataques maliciosos na sua rede, de modo a proteger os dados do seu negócio. Neste post, explicamos tudo o que você precisa conhecer sobre ransomware para evitar problemas. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

O que é ransomware?

Muitas pessoas podem já ter ouvido esse termo sem, na verdade, saber seu verdadeiro significado e o tamanho da ameaça que ele representa para a segurança.

Podemos começar a definir o ataque ransomware pelo seu primeiro nome. O "ransom" vem do inglês e significa “resgate”, em português. A nomenclatura desse tipo de ameaça não é ransomware à toa. Ao ser atacado por um software desse tipo, esse programa pode até mesmo bloquear os arquivos do computador, pedindo o resgate como condição para o acesso.

Enfim, é possível perceber que esse tipo de malware objetiva o sequestro e o roubo de dados até o pagamento do valor estipulado pelo criminoso. Com o sistema operacional codificado, o usuário fica impedido de utilizá-lo até que o desbloqueio seja feito. 

A seguir, falamos mais sobre como o ataque ransomware acontece.

Os tipos de ransomware

Há dois tipos de ransomware, no geral: o de bloqueio e o de criptografia. O de bloqueio, como o nome sugere, bloqueia as funções do computador. Já o de criptografia, por sua vez, criptografa determinados arquivos para impedir o acesso do usuário.

A diferença entre ransomware e malware

É importante esclarecer que o ransomware faz parte do grupo dos malwares. Essa palavra é a junção dos termos “malicious” e “software”, ou seja, um software malicioso. 

Muitas pessoas utilizam o termo malware para se referir a um ransomware, mas é bom deixar claro que nem todo malware é um ransomware.

Como o ransomware atua?

Agora que você já sabe o que é ransomware, vale a pena entender um pouco mais sobre como ele atua. Esse tipo de software malicioso chega ao computador dos mais diversos meios: por um site, um aplicativo infectado ou links. É comum vermos promoções mirabolantes em redes sociais, feitos para atrair cliques. A partir daí, são espalhados os ransomwares.

A infecção ocorre quando o malware acessa o software do aparelho. A partir disso, acontece a criptografia de arquivos — apenas de alguns ou de todos eles. Essa criptografia é feita em segundo plano, sem que o usuário se dê conta ou possa evitar. Como explicamos, depois do bloqueio do PC, é exigido o resgate.

Quais são os riscos de um ataque de ransomware?

Saber como atua um ransomware é essencial. Para complementar esse conhecimento, citamos os perigos de sofrer um ataque. São eles:

  • risco financeiro a empreendimentos;
  • perda ou vazamento de dados;
  • problemas legais por conta de vazamento de informações de clientes;
  • perda de funcionalidade de veículos inteligentes;
  • vazamento de senhas;
  • vazamento de dados bancários.

Além desses riscos que o ransomware oferece, podemos imaginar uma infinidade de outros relacionados a dados empresariais, que podem ser adquiridos e vendidos na Deep Web, por exemplo.

Quais instituições já sofreram ataques de ransomware?

Você sabia que os ataques por ransomware são muito comuns? Estar sujeito a tais investidas traz riscos imensuráveis às empresas. Um estudo da IDC revelou que 1/3 das empresas globais já sofreram ataques do tipo.

No Brasil

Nesse número crescente, está o Ministério da Economia: o Tesouro Nacional já foi invadido por esse tipo de malware. Porém, empresas privadas que vendem online não ficam para trás. No nosso país, mais recentemente, houve o caso das Lojas Renner

Fora do Brasil

Internacionalmente, é possível ver como esses ataques também se tornam cada vez mais comuns e frequentes. Podemos citar, por exemplo, a JBS e a Diamond Comic Distributors, que é a mais relevante distribuidora de quadrinhos dos Estados Unidos.

Como se proteger desse tipo de malware?

Afinal de contas, como se proteger de um cibercriminoso mal-intencionado? A seguir, listamos dicas de como se defender de ataques de ransomware. Veja!

1. Conte com um antivírus confiável

Ao saber o que é ransomware, o primeiro passo é ter um bom antivírus para evitar ameaças. Apesar de ser um passo básico, muitos gestores de empresas acabam esquecendo disso e precisam gastar muito mais no futuro.

2. Invista em soluções de proteção de dados

É muito importante contar com soluções que ajudem o seu negócio a evitar o vazamento de dados institucionais e dos clientes. Vale a pena contar com um software específico para proteger essas informações. Desse modo, você constrói uma barreira criptografada entre o acesso de pessoas permitidas e de criminosos. É um passo extra que vale a pena.

3. Conte com uma equipe preparada

De nada adianta investir em tanta proteção contra malware se a sua equipe não está preparada para lidar com esse tipo de ameaça. Separe um tempo e recursos para orientar e avisar dos perigos, oferecendo treinamentos para que seus colaboradores também atuem de forma segura na rede.

4. Invista na segurança da informação

Hoje em dia, segurança da informação é essencial. Procure sistemas que façam o bloqueio de sites suspeitos ou pop-ups indesejadas para evitar problemas. Além disso, invista em sistemas e soluções como a threat intelligence para garantir uma segurança cibernética a favor da sua marca.

5. Não clique em qualquer link

Fique de olho no seu comportamento online. Atente-se aos links que você recebe e tenha certeza de que a sua conexão é criptografada e segura antes de inserir dados. Tome cuidado, também, ao fazer algum download e baixar anexos recebidos por e-mail. A prevenção à fraude começa na navegação.

Saber o que é ransomware e como se proteger desse tipo de ataque é essencial para a segurança da sua empresa. Para evitar problemas, conte com sistemas de proteção contra hacker. A prevenção, nesse caso, é o melhor remédio.

Você gostou de saber o que é ransomware? Para ficar por dentro de outros assuntos relacionados à segurança digital, continue acompanhando o nosso blog. Um bom exemplo de conteúdo é este, que fala o que é malware e como proteger seu e-commerce. Confira!

Título

Ao fornecer suas informações, você declara estar ciente de nossa Política de Privacidade e aceita que a ClearSale envie informativos, ofertas e outros materiais.

Escrito por

Jornalista responsável pela produção de conteúdo da ClearSale, é graduado pela Universidade São Judas Tadeu e pós-graduado em Comunicação Multimídia pela FAAP. Tem 10 anos de experiência em redação e edição de reportagens, tendo participado da cobertura dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo. Renovado após seis meses de estudo e vivência no Canadá, aplica agora seus conhecimentos às necessidades do mundo corporativo na era do Big Data.

Assine nossa newsletter

Ao fornecer suas informações, você declara estar ciente de nossa Política de Privacidade e aceita que a ClearSale envie informativos, ofertas e outros materiais.