9/11/2022 •
2 min. de leitura

Análise de crédito: por que adotar uma nova abordagem?

Quer aplicar uma análise de crédito mais precisa? Confira, neste post, como adotar um processo mais eficiente por meio de dados supertrabalhados.

 
 

A análise de crédito é uma ferramenta imprescindível para reduzir o índice de inadimplência nas empresas do mercado financeiro. No entanto, esse processo nem sempre utiliza critérios que possibilitam uma visão clara do comportamento do consumidor, o que gera a necessidade de adotar uma nova abordagem, capaz de torná-lo mais eficiente.

A finalidade da análise de crédito é verificar se o cliente tem condições de arcar com o pagamento do financiamento ou empréstimo solicitado. Para que ela seja segura à instituição financeira, é fundamental que se baseie em dados cuidadosamente trabalhados, o que permite resultados mais precisos e confiáveis.

Quer tornar as suas negociações mais seguras? Neste post, vamos abordar a importância de adotar uma nova abordagem para a análise de crédito e como a tecnologia auxilia nessa atividade. Confira!

Qual é a importância da análise de crédito para as empresas?

A aplicação da análise de crédito é um dos fatores essenciais para o fortalecimento da sua empresa, já que está diretamente relacionada à sua saúde financeira. Isso porque ela identifica os possíveis riscos de uma negociação, diminuindo as incertezas e as taxas de inadimplência. Veja a importância de realizar a análise de crédito.

Aumenta a previsibilidade financeira

O fluxo de caixa é o parâmetro que indica o nível de saúde financeira de uma empresa. A partir da análise de crédito bem-sucedida, é possível projetá-lo com maior assertividade e, assim, aumentar a previsibilidade das finanças do negócio.

Quando a análise de crédito não é precisa, você não sabe ao certo quais valores serão recebidos durante o mês e, inclusive, pode receber menos devido à inadimplência. Na prática, a imprecisão dos cálculos faz com que a empresa tenha dificuldades para arcar com as suas próprias despesas e, nos casos mais graves, possa até mesmo entrar em falência.

Reduz os riscos de inadimplência

Com base na pontuação do score de crédito, pode-se entender qual é a probabilidade de o cliente vir a ser inadimplente. Esse conhecimento ajuda a empresa a se precaver e evitar fechar negociações com clientes que tenham histórico de dívidas pendentes.

Ao fazer a análise de crédito, o seu negócio pode receber os valores em dia, o que impede todo aquele processo de entrar em contato com o devedor para cobrá-lo, o que pode gerar desgastes e abalar a relacionamento com o cliente.

Oferece segurança para as negociações

Uma vez que a empresa trabalha a partir da análise de crédito, pode conhecer melhor o perfil financeiro dos seus clientes — informação que possibilita a criação de novas oportunidades de negociação no futuro.

Se o cliente teve a sua solicitação de crédito aprovada e está pagando em dia, é sinal de que você pode conceder créditos mais vezes. Por sua vez, ele também estreita os laços com o seu negócio, já que o procedimento de liberação de crédito será mais rápido. Portanto, o processo beneficia ambas as partes, gera novas oportunidades de vendas e fideliza o público consumidor.

Eleva a competitividade do negócio

Em um cenário de alta inadimplência, a sua empresa passa a financiar as operações dos clientes. Se o pagamento dos empréstimos não está entrando, você terá que lidar com esse prejuízo tirando dinheiro que estava reservado para outra finalidade a fim de saldar as suas dívidas — o que diminui a sua disponibilidade para novos investimentos e, consequentemente, a sua competitividade.

Contudo, quando a inadimplência é baixa, a organização não precisa comprometer as suas reservas financeiras, logo pode fazer investimentos e melhorias que impulsionam a empresa e a tornam mais competitiva no mercado.

Qual é a importância dos dados supertrabalhados?

Alguns critérios muito utilizados para a análise de crédito já se tornaram defasados, o que se deve ao fato de não apurarem a realidade do cliente. Nesse sentido, implementar o uso de dados supertrabalhados é a melhor alternativa para um crédito seguro e mais inclusivo.

A inovação proporcionada pelas fintechs, empresas de tecnologia e soluções para crédito financeiras, também trouxe a pressão para que todas as empresas do ramo financeiro revejam o seu processo de análise de crédito.

Isso porque trabalhar apenas com árvores de decisões tradicionais reduz o potencial das informações extraídas pelo Analytics, fazendo com que a empresa produza mais do mesmo, perdendo a chance de crescer em um mercado competitivo.

Na atualidade, já é consenso que não dá mais para se apoiar somente em uma fonte de dados ou produtos tradicionais para fazer análise de crédito. É necessário averiguar na estratégia de decisão quais suportes de dados e em quais camadas devem ser utilizados pela empresa.

Diante dessa nova condição, os dados supertrabalhados se tornaram importantes aliados, uma vez que geram informações de contexto e jornada dos consumidores. A exploração de novos dados colabora com o desenvolvimento de filtros mais apurados.

Dessa maneira, torna-se possível, por exemplo, conceder crédito para pessoas que são ótimas pagadoras, mas que historicamente são excluídas desse processo porque residem em áreas carentes ou são desbancarizadas, ou seja, não possuem conta bancária e vínculo com bancos.

Para obter dados supertrabalhados, a empresa deve adotar novas ferramentas e técnicas, como o Machine Learning (aprendizado de máquina). Essa iniciativa moderniza os serviços de crédito, cria novas oportunidades e coloca o seu negócio à frente da concorrência.

Como entender melhor o potencial e riscos do consumidor por meio dos dados?

Os dados tradicionais, comumente utilizados na análise de crédito, não trazem desafios às empresas. Sem falar que também as fazem empregar tempo e esforço em informações que já estão disponíveis. Já os dados alternativos permitem o aprofundamento no perfil do cliente.

Para tanto, são analisados diferentes aspectos da vida financeira dos consumidores. Saiba quais práticas devem ser aplicadas para entender os riscos de um consumidor por meio de dados.

Comece avaliando as características fixas

As características fixas do consumidor incluem seu nome, data e local de nascimento. Essas informações possibilitam uma melhor identificação de quem é o seu cliente, qual é sua idade, se é um estudante, se trabalha ou se é uma pessoa aposentada. Todos esses quesitos podem somar para aumentar ou diminuir a confiabilidade do consumidor.

 Verifique o tipo de endereço

O tipo de endereço em que o cliente reside gera uma série de informações sobre o padrão financeiro do cliente. Todavia, esse dado não deve ser utilizado como fator definitivo, pois mesmo morando em um local de risco, a pessoa pode manter os seus pagamentos em dia, o que significa que tem condições de assumir um empréstimo ou financiamento.

Confira o tipo de device

O device é dispositivo utilizado pelo cliente não só para solicitar o empréstimo ao qual a análise de crédito se refere, mas também para realizar as suas demais negociações financeiras. Ao conferir se se trata de um computador, tablet ou smartphone, também é possível entender melhor as finanças da pessoa.

Analise a categoria do cartão de crédito

Dependendo da bandeira do seu cartão de crédito, a empresa pode entender se o consumidor o utiliza em âmbito nacional ou internacional, se tem este cartão há bastante tempo, se compra com frequência, entre outros fatores. Com esses dados, você pode enriquecer e refinar o perfil financeiro do cliente.

Estude a frequência de compras

A frequência de compras do consumidor e das pessoas relacionadas a ele também é um ótimo indicador para conceder crédito. Afinal, se ele compra com frequência e consegue pagar as suas aquisições sem atrasos, a probabilidade de conseguir pagar o financiamento solicitado é maior.

Por que é preciso sair do foco da negativação?

A análise de crédito se consolidou no mercado como a predição da negativação. Isso significa que, ao invés de buscar aprovar os consumidores, o processo é aplicado de uma forma que visa a reprovação dos clientes. Essa mentalidade, que ainda é utilizada no mercado financeiro, já não é mais interessante, pois não é benéfica tanto para a empresa quanto para o consumidor.

Manter o foco em negativação acaba excluindo um grande volume de potenciais consumidores que apresentam uma pontuação de score ruim apenas porque moram em local de baixa renda, por exemplo, mas podem ser bons pagadores. Descubra quais são os benefícios de buscar uma predição positiva.

Amplia as possibilidades de negócio da empresa

Quanto mais consumidores são aprovados na análise de crédito, mais possibilidades de negócio a empresa terá. A aprovação e concessão de crédito estreita a relação entre a companhia e o cliente, permitindo que você o conheça cada vez mais e possa oferecer novos serviços, de modo a impulsionar os seus ganhos.

Um cliente que está acostumado a ser reprovado em análises de crédito, mesmo sendo um bom pagador, tende a criar um vínculo com a sua organização, voltando a solicitar os seus serviços quando necessitar. Portanto, ao tirar o foco da negativação, pode-se aumentar a sua cartela de clientes, fidelizá-los e gerar mais lucros.

Contribui com uma sociedade mais justa

As pessoas que moram em locais de baixa renda são historicamente injustiçadas em análises de crédito, tendo em vista que quase sempre são reprovadas. Logo, isso impede que tenham acesso ao valor que necessitam para fazer compras de menor importância ou investimentos maiores que ajudam no seu crescimento pessoal e profissional.

Partindo desse princípio, estabelecer uma análise de crédito pautada pelo comportamento e jornada do consumidor ajuda a construir uma sociedade mais justa. Mais pessoas tendo acesso a dinheiro impacta positivamente a economia local, beneficiando a comunidade que está ao redor desse cliente.

Como mudar o foco da negativação?

Para mudar o foco da negativação nos processos de análise de crédito, o primeiro passo é tornar esse processo mais inclusivo. No lugar de olhar somente a pontuação do score, que nem sempre traduz a realidade do indivíduo, é preciso se orientar pelo seu perfil e comportamento enquanto consumidor.

Há de se fazer dissociações de estereótipos que só ajudam a reforçar o status quo e a perpetuação das injustiças. E isso só é possível quando a empresa investiga camadas de dados mais aprofundadas, que tragam à tona o histórico do cliente em suas negociações financeiras no passado e no presente.

Nesse cenário, as soluções para crédito, em especial as que possuem tecnologia inteligente, são cruciais para a coleta, análise e interpretação de dados. É impossível fazer uma análise de dados tão ampla de forma manual ou com recursos antiquados e pouco precisos.

Como a solução de crédito da ClearSale pode ajudar?

Na hora de escolher uma ferramenta para análise de crédito, é fundamental buscar uma fornecedora que seja referência nesse assunto. Esse é o caso da solução de crédito da ClearSale, que possibilita uma análise completa de confiabilidade para conceder crédito a partir de diferentes indicadores.

Com a solução de crédito da ClearSale, a sua empresa pode alcançar 97% dos CPFs do público brasileiro, o que inclui até mesmo as pessoas desbancarizadas, pouco conhecidas e que também não estão presentes no universo digital.

Um dos principais diferenciais da nossa solução de crédito é ser um ecossistema completo e inovador, que vai muito além do score tradicional. Alguns dos indicadores avaliados pela plataforma são:

  • dados cadastrais;
  • comportamento de compra;
  • potencial de consumo;
  • perfil e presença digital;
  • nível de digitalização;
  • jornada de aquisições.

O cálculo do score de crédito da solução de crédito da ClearSale é complexo, a fim obter de resultados mais refinados e que se baseiam nas informações de consumo de cada indivíduo. Ele é dividido em duas categorias: o subscore comportamental e o subscore cadastral.

O subscore comportamental proporciona uma visão completa não só do consumidor, mas dos CPFs que se relacionam com ele, além de checar a qualidade e variedade das compras realizadas, tipo de perfil e analisar a frequência com que as aquisições foram feitas e as formas de pagamento utilizadas.

Já o subscore cadastral é focado em crédito, fazendo combinações que segmentam os consumidores em uma visão diferenciada, o que possibilita a identificação de públicos que ainda não são explorados pelo mercado.

Além disso, a plataforma garante a eficiência da operação de crédito com as seguintes flags (bandeiras):

  • good for (bom para): avalia o potencial de consumo mais o compromisso do consumidor, oportunizando insights;
  • flag digital (bandeira digital): avalia o perfil do consumidor e o seu perfil digital;
  • digital classifier (classificador digital): apresenta o nível de classificação da digitalização do cliente.

A adoção de uma análise de crédito inclusiva expande as suas oportunidades de negócio e rendimentos. Com a solução de crédito da ClearSale, esse processo se torna muito mais seguro, pois a ferramenta oferece informações exclusivas sobre autônomos, consumidores com pouca visibilidade e jovens que estão iniciando as suas atividades financeiras, sem deixar de considerar o seu comportamento enquanto pagadores. Portanto, você tem mais possibilidade de negociações seguras.

Quer conhecer melhor a nossa ferramenta? Acesse a página da solução de crédito da ClearSale!

Título

Ao fornecer suas informações, você declara estar ciente de nossa Política de Privacidade e aceita que a ClearSale envie informativos, ofertas e outros materiais.

Escrito por

A ClearSale é especialista em soluções antifraude nos mais diversos segmentos, como e-commerce, mercado financeiro, vendas diretas, telecomunicações e seguros, sendo pioneira no mapeamento do comportamento do consumidor digital. A empresa equilibra tecnologia e profissionais especializados para entregar os melhores indicadores aos clientes e movimentar o mercado com segurança e confiança.

Assine nossa newsletter

Ao fornecer suas informações, você declara estar ciente de nossa Política de Privacidade e aceita que a ClearSale envie informativos, ofertas e outros materiais.